Ide e ide

Jesus veio e falou-lhes, dizendo: Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra! Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco até o final dos tempos!

Mateus 28,18-20.Aqui neste texto vemos a missão que os Apóstolos receberam de Jesus. Mas o convite de Jesus para segui-lo era de um significado completamente diferente do que eles imaginavam.  E foi o conteúdo que esses apóstolos receberam de Jesus que eles deram para as pessoas quando as convidavam a receberem Jesus. Eles deveriam torná-los seus discípulos e levá-los a aprenderem de Jesus. Há muitas pessoas que ensinam e levam as pessoas a acreditar no perdão dos pecados e buscarem a Jesus somente quando estão passando por necessidades, enfermidades, por causas na justiça, desemprego e outras coisas. Ou seja, apresentam Jesus, como um Deus de conveniências e não o Deus Senhor e Salvador. 

Jesus falava de tal maneira que muitos vinham a Ele com fé, a exemplo da mulher de fluxo de sangue, do centurião romano e de Jairo que tinham necessidades imediatas a serem supridas, mas também temos Zaqueu e Nicodemos que não tinham necessidades imediatas, mas tinham o desejo de conhecerem a  Jesus e de estarem com Ele.  Jesus disse aos judeus que haviam crido nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos. E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. 

 João 8:31  Meus queridos leitores isso não mudou até os dias de  hoje. Muitos dos que se dizem cristãos, e acreditamos que eles são nascidos de novo, se tornam inimigos do Pastor, do evangelista, do líder se estes quiserem torná-los discípulos vivendo a verdade das Sagradas Escrituras. Simplesmente vão embora, vão procurar ouro lugar onde é mais fácil ser crente.  Infelizmente isso ainda ocorre.  Nós entendemos das Escrituras que são poucos os que estão aptos para colocar o Reino de Deus em primeiro lugar.  Mas há muitos que estão prontos para buscarem a Deus a Jesus e obterem a ajuda imediata para seus problemas. Quantas vezes nós só convidamos pessoas para fazerem uma visita na Igreja quando elas nos relatam que estão com sérios problemas? Temos uma visão errada de que Jesus ou a Igreja é lugar para se resolver problemas.

Também é para isso, mas esse não é o objetivo principal. O objetivo principal é apresentar Jesus para as pessoas para que elas recebam salvação, não apenas para resolver um problema de saúde, moradia ou financeiro e depois irem embora satisfeitos. Não é isso, não é esse o objetivo.  O objetivo é salvação. Nós precisamos mudar isso, precisamos ser como Zaqueu, como Nicodemos, apresentar para as pessoas um Jesus Cristo Salvador. Um Cristo que liberta, que cura as feridas do pecado e salva.