Grupo de Sabaúna arrecada álcool em gel e máscaras para doar no sábado de aleluia

A equipe doa anualmente um pacote com doces para as crianças, mas com a Covid-19, decidiu acrescentar os produtos de proteção no kit; Saiba como ajudar

Reprodução/ Ramon Cabral

Os organizadores da tradicional “malhação de Judas”, em Sabaúna, doarão neste ano pacotes com doces e produtos de proteção contra a Covid-19, no entanto, a meta de arrecadação ainda não foi atingida e os colaboradores reforçam o pedido de colaboração. Desta vez, além de Judas, a equipe também “malhará o coronavírus”.

Em conversa com O Novo, um dos organizadores do evento, o jovem Ramon Cabral, contou sobre a ação e o que ela já conquistou na cidade “O sábado de aleluia em Sabaúna, segundo relatos, começou na década de 20 e até hoje continua essa tradição. E dentro do sábado de aleluia nós fazemos algumas campanhas para abordar assuntos importantes do cotidiano, já fizemos a malhação do zika vírus que hoje faz parte do Calendário Turístico da prefeitura de Mogi. E esse ano é o segundo que estamos fazendo a malhação da covid-19”, comenta o organizador.

Crédito: Ramon Cabral/ Imagem das ações anteriores do grupo

Neste ano, a meta é arrecadar 500 kits e expandir a doação para outras partes da cidade. O intuito da equipe é ajudar e conscientizar o maior número de pessoas possíveis. Para doar, basta entrar em contato com a organização do evento, através do perfil do Instagram @ramoncabraal.

Além do evento, a equipe também organizará a festa de São João on-line, em junho.

Crédito: Ramon Cabral/ Foto antes da pandemia