Câmara de Mogi aprova projeto que prioriza lactantes na fila de vacinação contra a Covid-19

Indicação é dos vereadores, Bi Gêmeos e Malu Fernandes; segundo os parlamentares, já existe um abaixo-assinado criado pelas mães com milhares de assinaturas apoiando a causa

Câmara Municipal de Mogi das Cruzes

Durante a sessão ordinária desta terça-feira (18/05), o legislativo de Mogi das Cruzes aprovou a Moção 74/2021. A proposta, de autoria da vereadora Malu Fernandes (SD) e do vereador Bi Gêmeos (PSD) faz um apelo ao Governo do Estado de São Paulo para que sejam incluídas todas as mães lactantes no grupo prioritário do cronograma de imunização contra a Covid-19.

No texto apresentado, os parlamentares argumentaram que algumas crianças amamentadas já estão em idade pré-escolar e que é possível, por meio do leite materno, passar anticorpos para as crianças. Malu e Bi Gêmeos também citaram um abaixo-assinado organizado pelas mães lactantes, que conta com milhares de assinaturas apoiando a causa.

“Alguns estudos promissores demonstraram que uma mãe vacinada pode transmitir anticorpos para o leite materno e gerar um ganho coletivo, não somente para a mãe, mas para a criança”, explicou Malu Fernandes.

“A vacinação é importante para as mães que estão amamentando. O leite materno é muito importante e a gente sabe que se essas mães forem contaminadas por esse vírus elas terão que parar de amamentar. Isso vai interferir no desenvolvimento das crianças”, explicou Bi Gêmeos.