Atividades físicas são consideradas essenciais em Mogi das Cruzes 

Projeto de lei é do vereador Marcus Furlan

Reprodução

Na última quarta-feira, 16, a câmara de Mogi das Cruzes aprovou o projeto de lei apresentado pelo vereador Marcus Furlan (DEM), que tem como objetivo considerar a prática de atividades físicas como essenciais e orientadas por profissionais da área. 

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), a atividade física regular é fundamental para prevenir e tratar doenças crônicas não transmissíveis. 

De acordo com Furlan, o termo atividade física não deve ser confundido com exercício, que é planejada e estruturada. ''A atividade física deve ser operacionalizada por profissional da área, para assegurar os resultados desejados em saúde e qualidade de vida'', relata.

Com o projeto aprovado, locais como academias de ginástica, natação, artes marciais e diversas outras modalidades são consideradas essenciais à saúde, com funcionamento mesmo em meio a pandemia.