Índia diminui reporte de casos de coronavírus de 100 mil para 11 mil em menos de seis meses

Queda brusca de infectados no país espanta cientistas, que buscam uma resposta concreta para o ocorrido

Reprodução

De acordo com informes do Governo indiano, o país agora reporta por volta de 11 mil novos casos diários de Covid-19, contra os 100 mil relatados durante alguns dias no mês de setembro de 2020. A queda brusca intrigou cientistas do mundo todo, já que antes, era cogitado que a Índia ultrapassasse os Estados Unidos como a nação em que mais ocorreram mortes por coronavírus.

A explicação do Governo local é de que com o endurecimento das regras de pandemia, os contaminados pela doença diminuíram. Atualmente, é obrigatório no país o uso de máscaras de proteção e o descumprimento desta lei pode gerar algumas penalidades, como a aplicação de multas.

Outra possibilidade, que desta vez é fomentada pelos cientistas, é que a população indiana tenha atingido a imunidade de rebanho, termo usado para denominar quando um número suficiente de pessoas desenvolve imunidade a uma doença, seja por contágio ou por meio da vacinação.

Por fim, a teoria mais apoiada pelos estudiosos é que como a população da índia está muito exposta a doenças como cólera, febre tifoide e tuberculose, tem um organismo mais preparado para lidar com o vírus e até mesmo resistir a ele.