Guararema e outras cidades do Alto Tietê alinham estratégia para vacinação contra Covid-19

Prefeitos da região já haviam assinado um Termo de Intenção para aquisição de 300 mil doses da vacina Coronavac na última terça-feira, 05.

Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê - Coordenadora da Câmara Técnica de Saúde, Adriana Martins

Após o anúncio realizado hoje (07), pelo Governo do Estado de São Paulo sobre a eficácia de 78% e 100% da Coronavac em casos leves e graves respectivamente e o pedido de uso emergencial da vacina, o Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (CONDEMAT), ajusta as últimas estratégias para iniciar a campanha de vacinação na região ainda no dia 25 deste mês.

Foi agendada para a próxima segunda-feira, 11, uma reunião que contará com a presença dos integrantes da Câmara Técnica de Saúde para discutir questões relacionadas ao acondicionamento das doses de vacina, o formato e logística das campanhas, locais e horários de vacinação, além dos cuidados necessários que devem ser tomados no processo.

Seguindo a programação do Estado, as remessas de vacinas para os Grupos de Vigilância Epidemiológicos (GVE’s) devem iniciar na próxima semana. O Governo anunciou ainda que  assegurará a quantidade de agulhas e seringas suficientes para os municípios.

Desde dezembro do ano passado o CONDEMAT debate as condições e estrutura dos municípios para atender a população na vacinação de forma bem-sucedida. Conforme dito pela coordenadora da Câmara Técnica de Saúde, Adriana Martins, foi realizado um levantamento junto às prefeituras com relação aos insumos - seringas e agulhas, bem como de câmaras de armazenamento de vacina - necessários para a campanha.

“Tivemos a preocupação em nos organizamos antecipadamente enquanto municípios para recebermos as doses da vacina e iniciarmos a campanha com agilidade e segurança, orientando inclusive na questão de espaços e formatos apropriados para a vacinação, orientando que ocorra de preferência fora das unidades de saúde que devem manter as atividades de rotina”, afirmou.

Vale lembrar que na última terça-feira, os 12 prefeitos que compõem o CONDEMAT, assinaram um Termo de Intenção para aquisição, junto ao Butantan, de 300 mil doses de imunizantes para reserva técnica e ampliação dos grupos prioritários, contemplando profissionais da educação e de segurança pública. O objetivo no primeiro momento é imunizar cerca de 150 mil pessoas, sendo duas doses cada. Além dos grupos prioritários, o intuito dos municípios é estender a vacinação a profissionais da educação e da segurança pública.

VACINAÇÃO - CORONAVAC

De acordo com estudo científico realizado pelo Butantan e mais 16 centros clínicos do Brasil, além da participação de mais de 12 mil profissionais de saúde que foram testados, a vacina registrou 100% de eficácia nos casos graves e moderados e 78% nos casos leves. Na prática, a cada cem voluntários que contraíram o vírus, somente 22 tiveram apenas sintomas leves, sem a necessidade de internação hospitalar.

O Governador João Doria reafirmou que a primeira etapa do Plano Estadual de Imunização terá início no dia 25 de janeiro, atendendo aos grupos prioritários: trabalhadores da saúde, indígenas e quilombolas e idosos. A primeira etapa do plano acontece até o dia 22 de março.