Centro de Vigilância Sanitária recomenda uso de máscaras durante comemorações

Mesmo com as dicas, a principal recomendação do Centro de Vigilância Sanitária é de que as pessoas continuem respeitando a quarentena

Reprodução

Levando em consideração o aumento de casos de Covid-19 no Brasil, a Secretaria de Estado da Saúde decidiu listar dicas para orientar a população sobre as medidas de segurança e saúde durante as festas de começo de ano, quando algumas pessoas deixarão a quarentena de lado para encontrar amigos e familiares.

A principal recomendação do Centro de Vigilância Sanitária (CVS) Estadual é de que as pessoas continuem respeitando o período de isolamento: “cerca de 60% das pessoas que transmitem o coronavírus são assintomáticas, por isso festas, encontros sociais e aglomerações devem ser evitadas neste momento”, afirma a diretora da Vigilância Sanitária, Cristina Megid.

Mas se mesmo assim a população optar por sair de casa, devem ser seguidas as principais recomendações sanitárias já dadas no decorrer da pandemia: evitar aglomerações, manter as mãos higienizadas com água e sabão ou com uso de álcool em gel 70%, prezar pelo distanciamento social, utilizar máscaras se precisar se deslocar ou ir a ambientes coletivos.

Além disso, caso faça uma confraternização, dê preferência a locais ao ar livre e com possibilidade de distanciamento social entre as pessoas. “Não é recomendado cantar ou gritar, pois as gotículas expelidas durante o ato podem alcançar até oito metros de distância, aumentando o risco de contaminação”, explica a diretora.

Também é recomendada a moderação do consumo de bebidas alcoólicas, considerando o potencial de alterações nos hábitos e comportamentos pelo consumo do álcool. Não compartilhe objetos como celulares, copos e talheres.

Por fim, na hora da refeição, é aconselhável que haja apenas uma pessoa para servir os demais e que todos mantenham as mãos higienizadas, com o menor contato possível por pessoas diferentes.