Televisão é o meio preferido para assistir às Olimpíadas

A pesquisa, realizada antes do início dos jogos, mostrou uma preferência do público em acompanhar esportes estreantes como o skate, dado confirmado no Brasil

Divulgação

Em função da pandemia, os Jogos Olímpicos começaram oficialmente na sexta-feira (23), depois de terem sido adiados por um ano. Por não ser permitida a presença de público nas disputas sediadas em Tóquio, a tecnologia é uma grande aliada para o público interessado em acompanhar o evento. É o que mostra uma pesquisa realizada antes do início dos jogos pela companhia AdColony e divulgada pela Adsmovil, empresa líder em soluções de publicidade digital na América Latina e no mercado hispânico dos Estados Unidos. 

Conforme o levantamento, 55% das pessoas ouvidas pretendiam assistir aos Jogos Olímpicos pela televisão, enquanto a preferência de 45% é pelo celular, 40% pelo computador, 27% pelas TVs conectadas e 22% pelo tablet.

A pesquisa mostra que os telespectadores consideram diversos dispositivos para acompanhar as disputas, sendo que 62% acreditam na importância de assistir ao evento de diversas formas, 58% devem ver em mais de uma plataforma e outros 50%, provavelmente, devem baixar algum aplicativo de celular para assistir às Olimpíadas.

Os dados apontam, ainda, que, entre os esportes estreantes na edição de Tóquio, o público está mais animado em acompanhar o surfe (52%), seguido pelo skate (48%). 

Dado confirmado no Brasil, que teve aumento significativo no Twitter com falas sobre o skate e o surfe. A vitória de Ítalo Ferreira, representando o Brasil no surfe, movimentou significativamente a rede social. Já as medalhas de prata conquistadas no skate por Rayssa Leal e Kelvin Hoefler ampliaram as conversas em torno da modalidade. Segundo o Twitter, foram mais de 12 milhões de tweets sobre a competição de 19 a 26 de julho.