“Não tem leito de UTI, as pessoas não estão entendendo a gravidade”, afirma Caio Cunha após ampliar restrições na cidade

Em mercados será permitido apenas uma pessoa a cada 10m²; cobranças de IPTU e ISS serão prorrogadas

Reprodução/ Facebook

Em uma live, realizada no início da noite desta segunda-feira, 08, o Prefeito de Mogi das Cruzes, ao lado da vice-prefeita Priscila Yamagami, anunciou novas medidas de restrição para a fase vermelha na região.

Um dos principais pontos é a diminuição de pessoas em ambientes como mercados e similares, que passará a permitir a presença de apenas uma pessoa a cada 10m². “O que significa isso? Se um supermercado tiver 1000m² podem estar dentro desse estabelecimento 100 pessoas. Se for um mercadinho com 20m² podem circular 2 pessoas”, explica o prefeito.

Quem deverá restringir o acesso nos estabelecimentos serão os próprios comerciantes, ainda assim, a fiscalização será mantida. O decreto será anunciado amanhã. 

Foi anunciado também a prorrogação de impostos de ISS e IPTU de abril, maio e junho, que poderão ser pagos sem a cobrança de juros em outubro, novembro e dezembro, respectivamente.

Outra ação da Prefeitura será a instalação de câmeras no transporte público da cidade. O chefe do Executivo afirma que a medida visa reforçar a segurança pública e a saúde, tendo em vista que será uma forma mais eficiente de entender a demanda, caso precise mandar mais carros para as ruas.

Números Covid-19

No Hospital Municipal a taxa de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) é de 100% e com fila de espera, já a enfermaria está com 94%. No Luzia de Pinho de Melo a taxa é de 91% na UTI e 80% na enfermaria. O hospital particular Santana tem 100% de ocupação na UTI e 60% na enfermaria e no também hospital particular, Ipiranga, o número é de 100% de UTI e 96% de enfermaria.

De acordo com Caio Cunha, Mogi das Cruzes conseguiu uma verba do Estado de São Paulo para o custeio de 15 leitos de UTI e 50 de enfermaria, contudo desses 15 de UTI, 7 já estarão ocupados assim que forem ativados. A expectativa é de que novos leitos sejam abertos ainda nessa madrugada ou no mais tardar amanhã de manhã.

O prefeito volta a enfatizar que a cidade tem 100% de ocupação nos leitos de UTI, e reforça que o número de contaminações não está diminuindo, nem estável, e sim aumentando. Para explicar a situação da cidade para a população, Caio Cunha disse “Traduzindo, significa que se você estiver tomando banho, escorregar no banheiro e bater a cabeça, você vai morrer.[..] Não tem leito de UTI, as pessoas não estão entendendo a gravidade”.

Cunha afirma que antecipou e ampliou medidas restritivas, como forma de tentar frear a alta contaminação e número de internações e mortes pelo vírus na região.