Mogi com alta empregabilidade

Nos primeiros seis meses do ano, foram 23.400 admissões e 20.968 demissões, o que representa um saldo positivo de 2.432 vagas

PMMC

Os dados do primeiro semestre relativos à geração de empregos em Mogi das Cruzes, disponíveis no Caged - Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, são positivos e mostram a recuperação da cidade, com a melhoria nos índices referentes à pandemia e medidas adotadas pela administração municipal para incentivar a geração de vagas e a manutenção de empregos no município. 

“A análise dos dados mostra que as ações da Prefeitura estão dando bons resultados e contribuindo para a recuperação econômica do município, o que é muito positivo diante de um cenário de desafios como tem sido a pandemia“, informa o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Gabriel Bastianelli.

Nos primeiros seis meses do ano, foram 23.400 admissões e 20.968 demissões, o que representa um saldo positivo de 2.432 vagas. Somente no mês de junho, o saldo positivo foi de 173 vagas, com destaque para os setores do comércio, indústria e construção civil.

Neste ano, apesar dos períodos mais restritivos para o enfrentamento à pandemia, registrados a partir de março, a geração de postos de trabalho se manteve em Mogi das Cruzes e ultrapassou 100 mil empregos formais existentes no município.

A melhora no índice econômico da cidade também pôde ser notada pela Associação Comercial de Mogi das Cruzes - ACMC. “O comércio tem apresentado bons resultados, fortalecido, especialmente, pelas datas comemorativas, como o Dia das Mães e o Dia dos Namorados”, analisou a entidade.