Guilherme Boulos e Cônsul de Israel visitam Mogi das Cruzes nesta semana

A reunião de Caio Cunha com Alon Lavi teve como objetivo aproximar Mogi das Cruzes de Israel

Reprodução

Mogi das Cruzes recebeu visitas nesta semana. Na terça-feira (15/06), o Cônsul-Geral de Israel em São Paulo, Alon Lavi, conheceu a cidade e se reuniu com o Executivo mogiano. Já na quinta-feira (17), o professor e político filiado ao PSL, Guilherme Boulos teve uma agenda cheia no município e visitou diversos espaços. 

O prefeito Caio Cunha, a vice Priscila Yamagami Kähler e a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Simone Margenet Cunha, receberam no gabinete, na terça-feira (15/06), a visita de Alon Lavi. A reunião de trabalho teve como objetivo aproximar Mogi das Cruzes de Israel e foi considerada proveitosa por ambas as partes. A visita marca o início de um relacionamento que poderá render parcerias positivas para a cidade em diversas áreas no futuro, uma vez que Israel é um país com tecnologia avançada em vários segmentos.

O cônsul-geral falou sobre a validade da reunião: “Nós queremos conhecer mais o Brasil e buscamos sempre visitar regiões fora do município de São Paulo. Mogi das Cruzes é uma cidade importante no Alto Tietê e, além disso, tem um prefeito forte, jovem e que nós acreditamos que pode ser um bom parceiro. Para mim foi um prazer visitar a terra do caqui”, disse Alon Lavi, bem-humorado.

O prefeito Caio Cunha ressaltou o valor da visita: “É muito importante receber uma autoridade de Israel na nossa cidade. Todos sabem da minha admiração e do carinho que tenho por esta nação tão especial. Abrimos uma porta de diálogo para parcerias futuras, mas o mais importante na visita de hoje foi o tempo agradável que tivemos para conversar sobre a cultura de Israel e conhecer o próprio cônsul”, observou.

Já a visita de Guilherme Boulos, professor, ativista e político que no ano passado concorreu ao cargo de prefeito de São Paulo, foi intermediada pelo advogado e ex-vereador de Mogi das Cruzes, Rodrigo Valverde. 

O político chegou cedo na região na última quinta-feira (17) e participou de cerca de 11 reuniões no dia. Pela manhã, o professor foi recebido pela diretoria do Sindicato de Policiais Civis, para discutir medidas em apoio a classe num possível plano de governo, caso Boulos se candidate a algum cargo político no futuro. 

Pela tarde, junto a Valverde, o ativista andou pelas ruas de Jundiapeba e visitou moradores de uma ocupação que há no lugar. Além disso, ele também visitou os residentes da Vila São Francisco, que há uma ocupação conhecida como “Os iluminados”.

Segundo Valverde, a visitação foi seguindo os protocolos sanitários e PSOL distribuiu máscaras de proteção para os moradores que acompanharam a ação, além de orientar para que o distanciamento social fosse cumprido.

“Na Câmara, o Boulos se reuniu com representantes de partidos políticos e com lideranças da região de diversos movimentos de diversas causas, como das mulheres, racial, jovem, LGBT, indígena”, explicou a advogado.