Cortesia - PI 50752 Fundo Social - DESKTOP Cortesia - PI 50752 Fundo Social - MOBILE

Mogi das Cruzes

Assistência Social tem programação especial com foco no combate ao trabalho infantil

A partir deste sábado (11), as equipes do PETI iniciarão um trabalho mais ativo de sensibilização e conscientização

Redação

Publicado

há 2 meses

em

Assistência Social tem programação especial com foco no combate ao trabalho infantil

Divulgação/PMMC

Este domingo (12) é o Dia Nacional e Mundial de Combate ao Trabalho Infantil. E a Secretaria Municipal de Assistência Social, por meio do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), está desenvolvendo uma programação especial em referência à data. Além dos encontros, que já vêm sendo realizados desde o último mês com foco no território de Jundiapeba, estão sendo feitas ações de conscientização, por meio de distribuição de material informativo e também faixas aéreas instaladas em pontos estratégicos da cidade.

Já foram instaladas faixas no semáforo da avenida Vereador Narciso Yague Guimarães (altura do hotel Ibis), no semáforo entre a Narciso Yague e a avenida Manoel Bezerra Lima Filho (semáforo do Mogi Shopping), em frente ao prédio-sede da Prefeitura, na Praça Oswaldo Cruz (cruzamento das ruas Barão de Jaceguai e dr. Deodato Wertheimer), em dois pontos da praça Kazuo Kimura e também no largo da feira de Jundiapeba.

A faixa alerta para o fato de que, no Brasil, 1,8 milhão de crianças e adolescentes com idades entre 5 e 17 anos estavam em situação de trabalho infantil em 2019. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e mostram ainda que, desse total, 706 mil (45,9%) estavam em ocupações consideradas como piores formas de trabalho infantil. Por isso, o comunicado solicita para que a sociedade não contribua e denuncie essa prática, pelo telefone (11) 9 7185-0076.

Este é o telefone do Serviço de Abordagem Social Especializada em Crianças e Adolescentes (Seasca), que visa o atendimento de crianças e adolescentes vivendo em situação de rua, na prática da mendicância, trabalho infantil, entre outras formas de desproteção social. O atendimento é feito por agentes sociais que realizam abordagens programadas e busca ativa, aproximação, identificação, formação de vínculo, avaliação da demanda apresentada e encaminhamentos imediatos.

Além das faixas já instaladas, a partir deste sábado (11), as equipes do PETI iniciarão um trabalho mais ativo de sensibilização e conscientização da população acerca dos prejuízos causados ao desenvolvimento de crianças e adolescentes quando submetidos ao trabalho, com atuação direta das equipes em pontos estratégicos da cidade. Neste sábado, das 9h às 13h, o trabalho será realizado no Largo do Rosário. Já neste domingo (12), será no Parque Centenário, no mesmo horário.

A ação terá continuidade ao longo do mês, com outra frente de atuação no dia 25 de junho, no Parque da Cidade e no dia 26 de junho, no Mercado do Produtor. A programação se encerrará nos dias 2 e 3 de julho, quando as equipes farão pedágio nos semáforos da região do Mogi Shopping e praça Kazuo Kimura (rotatória do Habib´s), com abertura de faixa temática e distribuição de material informativo aos motoristas e pedestres. O trabalho contará com a participação do grupo de voluntários “Doutores Palhaços”, do Instituto Júlio Simões.

Além dessas ações, na próxima segunda-feira (13) a equipe do PETI promoverá uma roda de conversa virtual, via plataforma do Google Meet, com cerca de 120 aprendizes do CIEE, para falar sobre trabalho infantil. Será das 10h às 11h30. Já no dia 29 de junho, outros dois encontros serão realizados, com os usuários do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Missionária Catequista Sagrado Coração. As reuniões serão das 9h às 10h30 e das 14h às 15h30.

Mais informações sobre ações de combate ao trabalho infantil podem ser obtidas pelo telefone da Secretaria de Assistência Social, que é o 4798-6920.