Ácido Hialurônico

Reprodução

O ácido hialurônico é onipresente. Faz parte naturalmente do nosso corpo e tem várias funções: age como hidratante, ajuda a manter a elasticidade e a maciez da pele, contribui para a sustentação dos tecidos, previne o envelhecimento precoce, trata as linhas de expressão e evita o aparecimento de rugas. Ele é uma substância que retém líquidos. Portanto, uma pele rica em ácido hialurônico é uma pele muito mais hidratada e com textura mais bonita.  O problema é que, assim como o colágeno, começa a diminuir a partir dos 18 anos,    os primeiros sinais do envelhecimento, como as linhas de expressão e a perda do viço, começam a surgir.

Presente em cremes hidratantes, em cosméticos antiaging e em preenchedores injetáveis, a substância tem resultados diversos. Em hidratantes, por exemplo, o ácido hialurônico tem efeito mais superficial, suavizando linhas finas. Com a nanotecnologia, hoje é possível termos moléculas reduzidas que atravessam até a derme, o destino correto para liberação do ácido hialurônico, de forma lenta. Em uso tópico, melhora a textura e a hidratação, mas não corrige a perda de volume. Já o injetável tem efeito mais profundo, recomendada quando começam a aparecer as rugas e sulcos. Ele é sintetizado em laboratório de maneira muito semelhante ao nosso natural. Por isso, é a solução ideal para repor a perda de volume ou para melhorar um formato do rosto que não está harmônico.

O ácido hialurônico normalmente é aplicado na face, colo e mãos, e pode ser feito em qualquer época do ano, por não alterar a epiderme. O efeito do tratamento é imediato. E, a partir de 30 dias, consegue-se perceber o efeito final. Isso porque o produto vai se integrando e se encaixando nos tecidos. Como é uma substância presente no organismo, o risco de rejeição ou alergia é muito baixo. Pode acontecer algum inchaço após a aplicação, mas a chance é menor que 1%. Basta manter a pele limpa com sabonetes adequados, hidratada e usar protetor solar após os procedimentos. É importante ainda que o profissional habilitado conheça e entenda as reais expectativas do paciente, se tecnicamente é possível fazer o que ele quer e se o senso estético do profissional está alinhado com o que lhe foi pedido.

Por causa do processo de envelhecimento, é natural perdermos a gordura que sustenta a região das bochechas. O resultado são rugas ao redor da boca, apelidadas de bigode chinês, que começam a aparecer a partir dos 30 anos. Emagrecimento excessivo, consumo de álcool, tabagismo, poluição e a exposição ao sol podem antecipar o aparecimento dessas linhas, que dão um aspecto envelhecido e triste ao rosto. Para suavizar essas marcas, a alternativa é ácido hialurônico na forma de preenchedor. O procedimento é simples e minimamente invasivo. Em uma única sessão, proporciona excelentes resultados, com durabilidade de até 18meses. Verdade que nem sempre tratar somente o sulco resolve o problema. Pode ser necessário dar sustentação à região malar também. 

Outra insatisfação comum e que pode ser resolvida com a ajuda de preenchedor com ácido hialurônico são as olheiras fundas, que deixam o rosto abatido em qualquer idade. O tratamento tem indicação principalmente quando a estrutura óssea dos olhos causa uma depressão, deixando a região levemente afundado. O objetivo é preencher o sulco lacrimal, atenuando o aspecto de olheira profunda. O resultado é uma aparência descansada com duração de 12 a 15 meses.

A maçã do rosto, que perde o volume, e os lábios, que também podem afinar, são áreas que também são tratadas com preenchedor à base de ácido hialurônico.

A aplicação de ácido hialurônico estimula a produção do colágeno, deixando a pele cada vez mais firme. Após o tempo de duração dos preenchimentos, ocorre uma degradação lenta e progressiva de seus efeitos.