Praça de pedágio de Guararema tem reajuste de 1.88% no início de dezembro

Reajuste deveria ter entrado em vigor em 1º de julho deste ano, no entanto, foi postergado pela pandemia

Maps

Desde a terça-feira, dia 1º de dezembro, entrou em vigor o reajuste contratual anual das tarifas de pedágio das rodovias que são administradas por concessionárias estaduais paulistas. A atualização da tarifa segue os critérios contratuais, com a correção de inflação pelo indicador econômico Índice de preços no consumidor (IPCA) acumulado entre os meses de julho/2019 e junho/2020.

Segundo o Governo do Estado de São Paulo, o reajuste deveria ter entrado em vigor em 1º de julho deste ano, conforme estava estabelecido em contrato de concessão válido para as rodovias das três primeiras etapas do Programa de Concessões Rodoviárias, mas foi postergado em razão da pandemia de Covid-19.

“Durante o período de isolamento social, as concessionárias de rodovias paulistas, por estarem classificadas como serviço essencial, mantiveram as atividades operacionais nas rodovias, como obras, serviços de manutenção, atendimento ao usuário e prestação de socorro, bem como estabeleceram um protocolo de apoio aos motoristas, especialmente os caminhoneiros com diversas iniciativas, como campanha de vacinação, distribuição de Kits de higiene e alimentação”, enfatiza o Estado.

Com o reajuste, a Concessionária das Rodovias Ayrton Senna e Carvalho Pinto (Ecopistas), no trecho de Guararema, terá a tarifa unidirecional alterada para R$ 3,70 (carros de passeio), R$ 3,70 (comercial por eixo) e também R$ 1,85 (motos), representando um aumento de 1,88%

Dezenove praças de pedágios de rodovias que levam ao interior e às praias do Litoral Paulista e Litoral Norte não terão reajuste em suas tarifas. Entre elas, o trecho da Rodovia Ayrton Senna da Silva da cidade de Itaquaquecetuba.