A graça restauradora

Reprodução

2ª Pedro 3:18“Antes, crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja a glória, tanto agora como no dia eterno.”

Te louvo Senhor Jesus, neste momento precioso em que estamos, através deste Jornal, nos reunindo numa Igreja sem paredes e fronteiras, pela internet e pelas páginas físicas, onde levamos a palavra da graça de Deus para todos neste momento tão difícil. Fala conosco Senhor Jesus. Querido leitor, hoje vamos falar sobre a graça restauradora de Deus. Todos nós temos um chamado muito importante diante de Deus. Como disse Pedro no texto bíblico. Um chamado a crescer. Ele disse: Antes de mais nada, crescei na graça e no conhecimento de Deus. Isso significa o quê para nós aqui no século XXI? Significa que nós não somos chamados e nos tornamos cristãos e pronto. Não é assim.

Pedro disse: Tem que haver um crescimento. O que ele está dizendo é: Tem que haver maturidade. O crente em Cristo precisa crescer para suportar as adversidades. Todos nós passamos por tentações, todos nós temos altos e baixos, precisamos estar sempre bem para o confronto e para a batalha do dia-a-dia. A graça do Senhor Jesus sobre a nossa vida, é a força motora que gera em nós o crescimento e a maturidade.

No Brasil estima-se que há dezesseis milhões de pessoas desviadas. O chamado de Jesus é irrevogável para nós, mas essas pessoas se desviaram das igrejas, se desviaram das doutrinas. Colocaram o seu foco cristão em pessoas. Precisamos tomar cuidado com isso. Então, o que Jesus começa a nos dizer hoje? Jesus começa a te dizer agora, que a Sua graça é restauradora, e que somente em comunhão com os irmãos poderemos superar essa perda. Pois estarmos fora da comunhão com Deus traz consequências danosas. Traz muitas perdas espirituais que não percebemos de imediato.

Muitos perderam o primeiro amor, estão adormecidos espiritualmente e não sabem como dar a volta por cima. Pedro um dos principais discípulos de Jesus depois de andar três anos com Ele o nega, se desvia dos seus ensinamentos. Nós estamos diante dessa realidade, porque há pessoas que estão na igreja de Jesus e, às tantas, perdem a paixão pela Igreja. Estar na Igreja não é uma tarefa fácil, sempre vamos nos deparar com escândalos, com os lobos vestidos de ovelhas, com traições, mas essas coisas não devem ser maiores que amor de Cristo em nossos corações e nem nos influenciar a ponto de desistirmos da comunhão.