Ex-pugilista Jackson Durães morre aos 44 anos, vítima do Covid-19

Vencedor de diversos torneios e com passagem pela seleção, ex-atleta. estava internado em Mogi das Cruzes

Reprodução/ Cairo Oliveira

Nesta terça-feira o ex-pugilista da seleção brasileira Jackson Durães morreu devido a complicações da Covid-19, o ex-atleta se encontrava internado em Mogi das Cruzes e entubado desde a última quinta-feira.

Jackson, que já havia sido ajudante de pedreiro, encontrava no esporte um caminho de sucesso, construindo uma carreira vitoriosa e repleta de conquistas, se tornando um exemplo e referência do esporte na região do Alto Tietê. Conquistou diversos torneios, regionais e internacionais e teve a oportunidade de participar do quadro de atletas da seleção brasileira na disputa pelo Pan-Americano de 2017, integrando-se como reserva.

Formado em educação física, Jackson desde o momento que se aposentou atuava na academia CLT Boxe, até os primeiros sintomas e sinais do coronavírus. O ex-pugilista era casado com a boxeadora Elisângela Durães, e deixa três filhos, todos envolvidos com o esporte: Kelvin, Laion e Jaqueline.