Guararema está preparada para retorno 100% presencial  

O Novo conversou com a secretária de Educação de Guararema, professora Clara Assumpção Eroles Freire Nunes

Prefeitura Municipal de Guararema

Com o início do segundo semestre de 2021, o retorno às aulas foi um dos principais assuntos a serem tratados pelos órgãos educacionais, visando o cuidado com a saúde dos alunos, professores, pais e responsáveis. Por isso, a equipe do O Novo resolveu conversar com a secretária de Educação de Guararema, professora Clara Assumpção Eroles Freire Nunes, para saber um pouco mais sobre os preparativos desse retorno e quais serão os procedimentos adotados.

O Novo: Muitas prefeituras e unidades escolares estão se preparando para voltar às aulas presenciais, como vocês estão se planejando para receber os alunos para o segundo semestre de 2021?

Prof. Clara: Na Rede Municipal de Ensino de Guararema, o segundo semestre letivo iniciou em 19 de julho, com a opção de ensinos nas modalidades híbrida (presencial + remota) ou exclusivamente remota para os pais cujos filhos estão em idade escolar de matrícula/frequência obrigatórias (a partir dos 4 anos de idade, completados até 31/03/2021). Os alunos em idade de matrícula/frequência não obrigatória (0 a 3 anos) prosseguem na modalidade exclusivamente remota.

O Novo: Qual a previsão da Secretaria de Educação para o retorno dos alunos presencialmente?

Prof. Clara: Hoje (12/08), tivemos a presença de 71,14% dos alunos em idade escolar de matrícula/frequência obrigatórias. As escolas municipais estão preparadas para receber 100% destes alunos presencialmente, se assim os pais autorizarem. Quanto aos alunos menores (de 0 a 3 anos), não há previsão de retomada presencial das aulas.

O Novo: No Estado do Rio de Janeiro, as aulas presenciais foram suspensas por conta da variante Delta. Ela é um risco para a Educação?

Prof. Clara: Até o momento, não houve manifestação da Secretaria Municipal de Saúde a esse respeito, tampouco do Comitê Administrativo Extraordinário Municipal Covid-19. Assim, por ora, manteremos o Plano de Retomada das Aulas, que foi referendado pelo Comitê e pelo Conselho Municipal de Educação e autorizado pelo prefeito.

O Novo: Está sendo estudada a vacinação infantil para que seja realizada nos próximos meses. Isso pode ser uma ferramenta interessante para que as aulas sejam retomadas de forma concreta?

Prof. Clara: Sem dúvida que a imunização é muito necessária e, se houver segurança, a vacinação infantil será excelente. À vista do percentual de frequência registrado nesta data (12/08), que é de 71,14%, destacamos que as aulas presenciais na Rede Municipal de Ensino já foram retomadas de forma concreta.