Bolsa do Povo é sancionada pelo Governo do Estado de São Paulo

Estão previstos o total de R$ 1 bilhão em recursos para o Bolsa do Povo

Governo do Estado de São Paulo

Na quinta-feira, dia 27, foi sancionada a lei 17.372/2021 que cria o Bolsa do Povo, iniciativa que objetiva concentrar a gestão de benefícios, ações e projetos para pessoas em situação de vulnerabilidade social.

A sanção foi publicada no Diário Oficial do Estado de São Paulo e também apresenta um Comitê Gestor que foi criado com a finalidade gerir e implementar todas as diretrizes e normas do programa.

“Somente para 2021, estão previstos R$ 1 bilhão em recursos para o Bolsa do Povo. Nele foram incorporados os programas Renda Cidadã, Via Rápida, Bolsa-Trabalho, Ação Jovem, Bolsa Talento Esportivo e o auxílio-moradia emergencial (Aluguel Social). Também está prevista a contratação de mães e pais nas escolas, além da contratação de agentes de apoio na Saúde. O Bolsa do Povo vai pagar benefícios de até R$500 e poderá beneficiar até 500 mil pessoas direta e indiretamente nos 645 municípios”, informa o Estado.