Orando juntos em concordância

Hospital Adventista de Belém

Mateus 18:18 disse o Senhor Jesus “Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra terá sido ligado nos céus, e tudo o que desligardes na terra terá sido desligado nos céus. Em verdade também vos digo que, se dois dentre vós, sobre a terra, concordarem a respeito de qualquer coisa que, porventura, pedirem, ser-lhes-á concedida por meu Pai, que está nos céus.”

O propósito da Palavra do Senhor neste texto é chamar a atenção para nós mesmos. Para o nosso tempo de oração ao Senhor. O que estamos ligando nos céus com a nossa oração? Nós temos tido esse tempo de intimidade com Deus?

Quando nós lemos o livro de Atos dos Apóstolos percebemos como a Igreja primitiva se manifestava diante das circunstancias. Hoje a Igreja está sofrendo sanções e as pessoas estão acuadas com medo de serem expostas. A Igreja calada, não terá a manifestação do poder de Deus, não moverá o coração de Deus. Vemos que os primeiros cristãos intimidavam o inimigo com oração. Eles não tinham medo de nada, não viviam intimidados. Oravam buscando respostas e libertação.

Em Atos 12:5 Pedro estava guardado no cárcere; mas havia oração incessante a Deus por parte da igreja a favor dele. Quando Herodes estava para apresentá-lo, naquela mesma noite, Pedro dormia entre dois soldados, acorrentado com duas cadeias, e sentinelas à porta guardavam o cárcere. Eis, porém, que sobreveio um anjo do Senhor, e uma luz iluminou a prisão; e, tocando ele o lado de Pedro, o despertou, dizendo: Levanta-te depressa! Então, as cadeias caíram-lhe das mãos.

O que precisamos fazer aqui hoje para este poder se manifestar em nosso meio? Orar em concordância. Vejamos uma coisa: Na Igreja primitiva, do lado de fora, havia muitos fariseus, falsos religiosos. Mas, dentro da Igreja haviam homens e mulheres fieis ao Senhor. Quando havia perseguição aos Apóstolos, a Igreja orava incessantemente em concordância, e sempre havia libertação. A Igreja via Deus se manifestar poderosamente, porque não aceitavam o mundo e o pecado dentro da Igreja. Precisamos dessa santidade em nossas vidas. Precisamos orar de verdade, ligar coisas aos céus e desligar outras aqui na terra. Estamos nos contentando em ouvir as orações dos outros, mas e a sua oração? E a minha oração? Aquela oração as vezes com palavras simples ou até sem elas. Onde está a nossa oração? Abra a sua boca e ore comigo.