Entrega de doses da vacina em Guararema é adiada pelo Governo do Estado de São Paulo

Previsão era que pelo menos um lote com 280 doses da CoronoVac chegasse nesta quarta-feira no município

Reprodução

O Governo de São Paulo adiou a entrega de 280 doses da vacina CoronaVac ao município de Guararema, de acordo com a Prefeitura o adiamento ocorreu por questões de logística. Na última terça-feira, a Secretaria Estadual de Saúde havia informado que as vacinas chegariam nesta quarta-feira, 20, entretanto, segundo a Pasta, o cronograma foi alterado pelo Centro de Distribuição e Logística (CDL) em razão do grande fluxo de entregas. 

A nova data para a chegada do lote ainda não foi divulgada, mas ainda essa semana será informado. Apesar da alteração, a Prefeitura assegura que Guararema já está preparada para receber as doses e iniciar a campanha de imunização. Na última semana a cidade montou uma Central de Vacinação Coronavírus (Cevac) na Escola Profissionalizante Prefeito Sebastião Alvino de Souza, localizada no bairro Nogueira, com estrutura para atendimento drive-thru, entrada para pedestres, espaço para triagem, cadastramento, estacionamento e salas de espera externa e de aplicação de vacina.

A secretária municipal de Saúde, Adriana Martins, se posicionou acerca do fato: “Já estamos preparados para receber as vacinas e iniciar a campanha de imunização nos trabalhadores de saúde e em parte dos idosos de instituições de longa permanência situadas na cidade. Lamentamos essa alteração no cronograma, pois temos pressa. Mas vamos aguardar uma nova data e começar a vacinar o mais rápido possível”

No anúncio realizado pela secretaria de saúde, foi informado que as doses do primeiro lote serão utilizadas para vacinar trabalhadores de saúde que atuam na Santa Casa e estão na linha de frente do combate ao coronavírus. Parte dos idosos hospedados nos asilos do município também será imunizada. A quantidade de doses disponibilizadas pelo Estado no primeiro lote será suficiente para vacinar aproximadamente 50% dos trabalhadores da saúde que atuam no município. Ao todo, a rede pública de Guararema conta com aproximadamente 470 profissionais, incluindo servidores que colaboram no atendimento, na limpeza, no transporte, entre outros.

A definição de que os trabalhadores da Santa Casa serão os primeiros a receber a dose foi deliberada pelo Conselho Municipal de Saúde em conjunto com a Secretaria de Saúde. Eles foram escolhidos por estarem na linha de frente do enfrentamento à pandemia e serão imunizados no próprio local de trabalho, assim que as doses chegarem à cidade.