Pai de irmãos mortos em incêndio em Poá é indiciado por homicídio

O homem está detido na Cadeia Pública de Mogi desde o dia do ocorrido

Cristiane Aparecida Athos/Arquivo Pessoal

Ricardo Reis de Faria e Vieira, pai das três crianças mortas em um incêndio na residência em que moravam em Poá, foi indiciado por homicídio doloso qualificado com agravantes de fogo e asfixia. 

O homem foi encaminhado para a Delegacia de Polícia de Poá, onde acontece a investigação, para formalizar o indiciamento em inquérito. Após a conclusão, foi levado à Cadeia Pública de Mogi, local em que estava detido desde o dia do ocorrido.

O caso

No dia 17 de fevereiro de 2021, três irmãos morreram depois que o quarto em que eles dormiam pegou fogo, em uma casa da Vila Real, em Poá.

As vítimas são Gabriel Reis de Faria e Vieira, de 9 anos; Fernanda Verônica Reis de Faria e Vieira, de 14 anos, e Lorenzo Reis de Faria e Vieira, de 2 anos. Os irmãos haviam sido adotados em 2014 e em 2019.

Após a tragédia, o pai das crianças foi preso preventivamente, de acordo com o delegado, devido às contradições em seus depoimentos. Em um deles, o pai teria dito que acordou apenas quando sentiu o cheiro da fumaça. No entanto, uma vizinha disse ter ouvido pedidos de socorro.