Jornalistas são agredidos por manifestantes contrários ao pedido de prisão de Lula

Casos foram registrados em Brasília e São Bernardo do Campo, SP.

Reprodução Internet

Jornalistas e fotógrafos foram agredidos e ameaçados por pessoas contrárias ao pedido de prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na noite desta quinta-feira, 5, segundo a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji). A entidade cita casos em Brasília e em São Bernardo do Campo (SP).