Das queimadas ao desmatamento: o meio ambiente pede socorro como nunca antes

Que o planeta enfrenta graves consequências decorrentes das ações humanas é fato, mas após muitos anos, os mais recentes se mostraram enfáticos em uma questão: As interferências ambientais não geram somente pequenas mudanças climáticas e sim tragédias de grande escala.

Desmatamentos criminosos, incêndios florestais, alagamentos, o rompimento de barragens, a morte e a extinção de diversas espécies de animais, além de outros tantos casos que assolaram 2019 e já se repetem no início de 2020, são algumas das provas de que deve-se prestar mais atenção ao meio ambiente.

O ato de buscar a preservação da fauna e da flora global não se refere a algum partido específico ou a qualquer posicionamento político, é obrigação humana, principalmente se levarmos em consideração que o planeta é o que nos possibilita a existência e sua manutenção é o que garante o futuro da raça humana e sua qualidade de vida nos próximos anos.

Para colaborar com o meio ambiente não é preciso necessariamente fazer uma graduação no assunto ou desenvolver projetos que mobilizem multidões. Pequenas ações importam e fazem toda a diferença! A economia de água, o uso de transporte coletivo ou de bicicletas e até mesmo uma conversa que promova a conscientização de outras pessoas impactam significativamente, em tempos de crise, qualquer ajuda é bem-vinda.