Primeiro voo com tecnologia de armazenamento de energia e recarga de avião é previsto para 2021

Investimento é uma parceria entre Embraer e EDP Brasil

Reprodução

A Embraer e a EDP Brasil fecharam parceria para o desenvolvimento de pesquisas de um avião elétrico que contará com o armazenamento de energia e recarga do avião. Se trata de uma aeronave de pequeno porte, Ipanema 203. O primeiro voo está previsto para 2021.

As pesquisas contam com estudos sobre a aplicabilidade de baterias de alta tensão para o sistema de propulsão elétrico do avião e também trata de estudar as principais características do avião, como peso, qualidade de energia, carregamento, descarregamento e o principal, a segurança.

Segundo as informações divulgadas, a parceria é a continuação de um projeto de eletrificação aeronáutica, já iniciado no ano de 2019. A parceria tem como foco a pesquisa sobre armazenamento de energia de alta tensão, juntamente aos estudos que já estão em andamento da Embraer. 

O presidente da Embraer contou em entrevista ao Estadão que já estava em busca de parcerias para o desenvolvimento de novas tecnologias. Afirmou ainda que a empresa só fará grandes investimentos sozinha quando a Covid-19 passar e a sua situação financeira estiver melhor.