Artesp anuncia inserção de pedágio na Mogi-Bertioga

Com a ação, possivelmente a Mogi-Dutra não contará com a cobrança de tarifa

Google Maps

A Rodovia Dom Paulo Rolim Loureiro - Rod. Mogi-Bertioga passará a contar com a cobrança de pedágio, no trecho de planalto, em Mogi das Cruzes. O anúncio foi feito pela Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp) nesta sexta-feira (14).

Conforme as informações da agência de transporte, os 222 quilômetros de malha a ser concedida terão cinco praças de pedágios que serão localizadas em Pedro de Toledo, Itanhaém, Bertioga (unidirecional), Mogi das Cruzes e Bertioga (Serra).

O secretário estadual de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto, afirma que a medida trará benefícios tecnológicos e facilitará o tráfego nas pistas “A concessão de rodovias tem papel fundamental no desenvolvimento da matriz logística de transportes no Estado, agregando mais rodovias conectadas e com uso de novas tecnologias para garantir o escoamento de produtos e serviços de forma rápida e segura. O Governo do Estado tem feito importantes investimentos em obras na malha rodoviária e, mesmo durante a pandemia da Covid-19, os serviços continuaram. Com essas novas rodovias concedidas, estamos facilitando o tráfego entre o Litoral Sul e a capital paulista e ao restante do estado”. 

De acordo com o decreto, o contrato terá duração de 30 anos e prevê um investimento de R$ 3 bilhões. A ação, tira o foco de implantação de tarifas na Rodovia Mogi-Dutra.

Vale ressaltar, que nesta semana, os vereadores de Mogi das Cruzes se reuniram com o prefeito Caio Cunha para articular a campanha contra a instalação de uma praça de pedágio no km 45 da Rodovia Mogi-Dutra (Rod. Pedro Eroles).

De acordo com a Câmara Municipal, na reunião, os parlamentares firmaram um compromisso com a campanha contra o pedágio e posaram para uma foto no Plenário. Foi colocada em pauta ainda, a Frente Parlamentar contra o pedágio e a busca pelo apoio dos deputados estaduais e federais.

“Os vereadores abraçaram esse movimento e estamos Todos Contra o Pedágio, buscando, juntos, soluções para que essa proposta absurda seja revogada pelo Governo do Estado”, afirmou o prefeito Caio Cunha em suas redes sociais.