Junior Siqueira

Liderança - tomando decisões a exemplo de Neemias

Uma história inspiradora de liderança e superação. Neemias foi um líder que não se rendeu às ameaças e aos grandes desafios

Junior Siqueira

Publicado

há 9 meses

em

Liderança - tomando decisões a exemplo de Neemias

Foto: Tonodiaz / Freepik

O livro de Neemias na Bíblia sempre me chamou a atenção. Talvez você leia pela primeira vez e não consiga entender completamente o significado. No entanto, com o tempo, com dedicação e um coração aberto para ler, o valor das sábias palavras deste Livro Sagrado começará a saltar e dar sentido em diversos momentos da sua vida, aliás, não só o livro de Neemias como toda a Palavra de Deus.

Uma história inspiradora de liderança e superação. Neemias foi um líder que não se rendeu às ameaças e aos grandes desafios enquanto liderava a reconstrução dos muros de Jerusalém. Voltar às origens do seu povo e restaurar muros e portões, significa restabelecer a força e a dignidade. O livro relata como ele liderou com empatia, foco e estabeleceu metas claras para a sua equipe.

Um dos principais ensinamentos do livro de Neemias é que um bom líder precisa ter empatia. Ele se importava profundamente com o bem-estar do seu povo e sentia a dor deles; ouvia suas preocupações e necessidades; agia em prol do benefício deles; e compreendia a importância de se colocar no lugar dos outros para entender as suas necessidades.

Em Neemias 5: 7-8 diz: Fiz uma avaliação de tudo e então repreendi os nobres e os oficiais, dizendo-lhes: "Vocês estão cobrando juros dos seus compatriotas! " Por isso convoquei uma grande reunião contra eles

e disse: "Na medida do possível nós compramos de volta nossos irmãos judeus que haviam sido vendidos aos outros povos. Agora vocês estão até vendendo os seus irmãos! E assim eles terão que ser vendidos a nós de novo! " Eles ficaram em silêncio, pois ficaram sem resposta.

Qual a lição que podemos tirar desta passagem? É importante agir com integridade e justiça. Neemias sabia que essas práticas injustas estavam prejudicando seu próprio povo e que ele precisava fazer algo para mudar isso. Sentiu e lutou contra a corrupção.

Outro ponto importante do livro é a demonstração clara da essencialidade de se ter foco. Neemias tinha um objetivo muito claro em mente: reconstruir os muros de Jerusalém. Ele se concentrou nesse objetivo e trabalhou incansavelmente para alcançá-lo: não se desviou do caminho, mesmo quando enfrentava obstáculos.

O estabelecimento de metas é outro elemento fundamental do livro e é o complemento natural de ser virtuoso e focado. O foco em si não quer dizer nada quando não se tem um objetivo definido. Neemias estabeleceu metas para a sua equipe e trabalhou para garantir que elas fossem alcançadas; dividiu o projeto em etapas ​​e delegou responsabilidades para diferentes membros da equipe, garantindo que todos soubessem o que precisava ser feito e se esforçassem para alcançar as metas.

Devemos ser justos e honestos em tudo o que fazemos, ou seja, devemos adquirir virtudes. Devemos orar e buscar a Deus em todas as circunstâncias, cuidar dos outros e os proteger.

O líder seguindo exemplo de Neemias

Neemias, de Jerusalém, era o copeiro do rei da Pérsia, homem de grande confiança, pois tomava conta do que o rei iria consumir para que não morresse envenenado. Ele traz para nós um exemplo de bom líder, e vamos transformar em pontos algumas delas:

1) Identificou o problema;
2) Teve empatia;
3) Orou, buscou a Deus;
4) Esperou a melhor oportunidade para falar com o rei;
5) Já em Jerusalém, ele não “queimou a largada”, entendeu o cenário e definiu a estratégia;
6) Finalmente, reuniu a equipe após ter elaborado um plano e bradou.

Em Neemias 1:1-2, Hanani, um dos irmãos de Neemias, acaba de chegar de Judá com alguns judeus. Neemias então teve a primeira grande atitude de um bom líder, pergunta o que está acontecendo, levando o maior número de informações que poderia levantar naquele momento - esta é uma das primeiras-chave para você guardar. Já no versículo 3, com a resposta que recebeu, ele teve então a capacidade de “olhar com os olhos dos outros”, teve empatia, imaginando como seria a situação do seu povo e colocando-se no lugar deles. Com o coração preocupado e impactado com tudo aquilo, o copeiro do rei teve então a terceira atitude nobre de um líder: orar, buscar a Deus, colocando tudo aquilo na mão Dele, além disso, é importante ressaltar que além de chorar muitos dias pelo seu povo, Neemias ao conversar com Deus iniciou sua oração com o coração quebrantado, reconhecendo a grandeza do Senhor e pedindo perdão pelos seus pecados - inclusive pelo pecado de seus antepassados. Teve ali, em sua intimidade, um momento de rendição e quebra de seu orgulho: mostrando quanto orgulhosos e pecadores somos, e se diminuindo na presença de Deus.

Após entender o problema, se colocar no lugar do povo e buscar a Deus, exerceu a quarta atitude de excelência que é esperar o melhor momento para pedir ao seu superior para ter, vamos dizer, umas “férias” e ir ajudar o povo de Jerusalém. Foi então, ao entrar no mesmo ambiente que o rei, que o soberano, ao olhar no rosto do seu servo, disse: “Por que o seu rosto parece tão triste?” E então Neemias relatou tudo o que estava acontecendo com seu povo ao rei. Cf. Ne 2: 3.

O rei, além de ter permitido seu copeiro ir ao trabalho na cidade, onde havia enterrado seus antepassados, ainda lhe entregou cartas para os governantes e o guarda da floresta do rei para fornecer madeira.

Neste ponto podemos entender que, ao Neemias gerar no espiritual tudo, podemos crer que Deus moveu não só a permissão dele ir fazer o que seu coração sentiu, mas moveu a mente e os recursos do rei a seu favor. Se olharmos pela ótica de uma liderança política, comunitária em geral, entendemos que quando o povo tem um líder com um coração igual ao de Neemias, todo seu povo é contemplado e beneficiado por um coração do homem justo que busca sempre a Deus.

Chegando ao local para executar o trabalho, Neemias então não “queimou a largada”, chegou quieto, entendeu tudo que estava acontecendo - podemos acreditar que fez uma boa pesquisa de campo naquele lugar -, avaliando a situação política, financeira, entre outros. 

Ajuntou com quem precisava para fazer o trabalho e ficou três dias definindo uma boa estratégia de trabalho. Após isso, Neemias anunciou a todos o que iria fazer acontecer. 

Oposições externas e internas
Claro, todo líder, por mais inteligente e experiente que seja, - e ouça todos os pontos acima apresentados! -, é notório que sempre terá que lidar com situações adversas, seja de pessoas, políticas, culturais e climáticas. É importante ressaltar que naquele tempo eles sofreram com um grande problema político e econômico, que todo povo estava passando, um momento de miséria mesmo, além de outro problema interno político, digamos de oposição, foi Sambalate, Tobias e Gesém, que zombaram e criaram uma oposição.

Como conclusão, é nítido que o livro de Neemias deveria ser uma fonte de inspiração para líderes em todos os lugares: ensinando a importância de liderar com empatia, foco e no estabelecimento de metas. Um bom líder deve se importar com as necessidades de sua equipe, ter um objetivo em mente e trabalhar incansavelmente para alcançá-lo. Sem dúvidas, esses são elementos fundamentais para o sucesso em qualquer empreendimento de liderança.

Junior Siqueira é guararemense, empresário e diretor do O Novo, Evve Comunicação, Mega FM e Radar Consultas