94º Corrida Internacional de São Silvestre tem 3 Guararemenses

Arquivo Pessoal

A tradicional corrida de rua, São Silvestre, é realizada anualmente na cidade de São Paulo , todo dia dia 31 de dezembro e é considerada o evento de atletismo mais importante da América do Sul, todos os anos o Brasil recebe diversos corredores internacionais para participar da competição mais famosa do país, devido a seu alcance internacional a São Silvestre é muito visada por praticantes de corrida.
A corrida tem um percurso total de 15 km pelo centro de São Paulo, a largada é feita na Av. Paulista, esquina com a Rua Ministro Rocha e a chegada, também na Av. Paulista, em frente ao Prédio da Fundação Casper Líbero,  criador da corrida em 1924.
No ano de 2018 a São Silvestre teve sua 94º edição e contou com uma estimativa de mais de 30 mil corredores, tanto pofissionais quando amadores, de diversas partes do mundo e entre os 30 mil estão 3 grandes competidores Guararemenses.
Maria José Guerreiro, conhecida como Mazé, Marcius Custódio e Oswaldo Hardt, conhecido como Veio, o competir mais antigo entre os 3 com 75 anos.
Pedimos para que os atletas do município compartilhassem um pouco de como é a experiência de fazer parte da maior competição da América Latina.
Para Mazé “Está é a minha quarta São Silvestre! É uma prova maravilhosa, não corro pensando em tempo até porque não tem como, são 15km, mas é como se fosse mais devido às subidas, descidas e a grande quantidade de pessoas! A emoção de correr esta prova chega a arrepiar! Ela é maravilhosa e todo corredor deveria participar! Gostaria de agradecer a academia CCM que me patrocina e ajuda na preparação para esse evento que ocorre todo final de ano".
Para o competidor Marcius "Participar da Corrida Internacional de São Silvestre é uma experiência ímpar. A energia e vibração dos participantes contagia e ao cruzar da linha de chegada dá uma sensação inexplicável. Foi a segunda vez que participei da prova, participando a primeira vez na edição de 2017. Comecei a pegar gosto por corridas de rua há 2 anos e desde então tenho participado de algumas provas, sempre com o objetivo de me divertir e ter uma melhor qualidade de vida. Este ano tive que intensificar o treino com a ajuda do meu personal Daré, da academia RD Sport, nos últimos 2 meses, visto que devido ao trabalho não pude treinar como fiz na edição anterior, o importante é a disciplina e o acompanhamento de um profissional da área. "
Por último temos o depoimento do participante Oswaldo Hardt, conhecido popularmente como Véio, tem 75 anos, é o participante mais antigo de Guararema a competir na São Silvestre. 
“Me sinto orgulhoso de participar pela décima vez da competição, em todas elas, fui com uma camiseta representando a cidade de Guararema, que tanto amo. A São Silvestre pra mim, como para muitos corredores, não é uma competição e sim uma festa inesquecível e inigualável na qual a confraternização e o fechamento das atividades esportivas do ano são feitos com chave de outo. É nisso que ela se diferencia das demais.
Para quem tem vontade de participar de uma competição como a São Silvestre é necessário estar preparado fisicamente, focar nos treinamentos por pelo menos três meses antes da competição. Sobre a corrida deste ano, que irá acontecer dia 31 de dezembro, estarei lá novamente, se Deus quiser, dando meus trotinhos e abraçando os amigos na chegada".