Você já pensou nos riscos que os pesticidas causam à sua saúde?

O Brasil é uma das maiores potências de produção agrícola do mundo, e também, o maior consumidor de pesticidas agrícolas do mundo. O país se mantém muito à frente de outros países no consumo de agrotóxicos, 19% do total que é produzido no mundo, o que gera preocupação. De acordo com o documento apresentado pela Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), os agricultores brasileiros utilizam em suas plantações um bilhão de litro de pesticidas por ano, o que corresponde a cinco litro de agrotóxico por pessoa. Esse número alarmante, é resultado de propostas para a erradicação da fome, pois dessa manwweira seria possível produzir mais alimentos, o que já foi descartado e contestado por especialistas porque a produção alimentícia do mundo tem capacidade de suprir a necessidade de toda a população, o problema está na verdade, em como esses alimentos são distribuídos, gerando desigualdade e pobreza. A população que vive perto de grandes centros de produção e os próprios agricultores ficam mais expostos aos produtos químicos e precisam de proteção especial, isso porque, os riscos oferecidos são tão grandes que podem se tornar irreversíveis, já que são mais vulneráveis e podem algumas doenças como parkinson, alzheimer, distúrbios hormonais, problemas de crescimento e fertilidade.Os alimentos com maiores índices de contaminação são os legumes, folhas verdes e frutas. Também são encontrados nas carnes, pois os animais em algumas situações, se alimentam com produtos com índice alto de agrotóxico e acabam acumulando as substâncias no seu corpo até serem abatidas e levadas para consumo. Os pesticidas são muito resistentes, deste modo, eles ficam presentes por muito tempo nos solos que acabam por contaminar as águas. Como consequência, a biodiversidade local é alterada, e impacta diretamente a vida da população pois nós seres humanos também precisamos que o ecossistema funcione corretamente.