Empresário avalia queda no ano de 2018 e fala das expectativas para 2019


O restaurante Recanto do Convento teve início no ano de 1997, a ideia na verdade, era de completar o orçamento da família. No início, em 1987, era apenas uma barraca de frutas, legumes e verduras, até que em 1995, a família construiu o prédio, onde funciona a lanchonete. Hoje, o espaço conta com o restaurante, a lanchonete, os doces, artesanatos e no terreno da frente, a empresa de gás que também é da família.
Eliseu Firveda conta que 2018 foi um ano de enxugar os gastos. “O ano de 2018 para o restaurante e para quem trabalha no ramo alimentício foi um ano bem difícil, um ano de pagar conta e não ter dinheiro para crescer. Eu vi vários amigos meus que tem restaurante fechar ou passar o ponto”, comenta.
No começo de 2017 o restaurante contava com 15 funcionários fixos e hoje são apenas 7, alguns freelancers também foram cortados e reduzidos ao máximo. Eliseu explica que de 2016 para 2017 o movimento caiu em torno de 50%, já de 2017 para 2018 33%. “O movimento caiu muito, só não fechou pior porque nos últimos dias de dezembro e em julho o movimento deu uma levantada, mas outubro e novembro foi triste, foi uma das piores partes que eu já vi, desde 1997 pra cá”, ressalta.
Para o ano de 2019, as expectativas são grandes, o empresário conta que se o dólar continuar abaixando, as coisas já começam a melhorar para o comércio que precisa de muitos produtos que vêm de fora do país. “Se o dólar continuar abaixando já ajuda porque, por exemplo, a carne apesar de ser vendida em real pra gente, se lá fora o dólar está alto eles preferem exportar ela do que deixar no mercado interno. O arroz que também que é consumido no Brasil, mas de 50% vem da China, então assim muita coisa que a gente consome no Brasil vem fora. Com o dólar caindo, o mercado começa a agitar”, finaliza Eliseu.
O restaurante está localizado na Rodovia Henrique Eroles s/n KM 69, em Guararema. O telefone para contato é o (11) 4693-2400 ou (11) 4963-4742.