André Stabile assume a posição de Secretário de Educação de Mogi das Cruzes

Stabile é especialista em políticas públicas educacionais; um segundo nome também foi anunciado para compor a equipe, comandada desde março pelo secretário adjunto Caio Callegari

Prefeitura de Mogi das Cruzes

O prefeito de Mogi das Cruzes, Caio Cunha (Pode), realizou na noite de sexta-feira (16/04), uma live para falar sobre os 100 primeiros dias de sua gestão. O chefe do Executivo também aproveitou o espaço para anunciar dois reforços para a Secretaria de Educação da cidade.

O escolhido para comandar a Pasta, é o especialista em políticas públicas educacionais, André Stabile, que é formado em Ciência Jurídicas e Sociais pela FDSBC - Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo. Stabile foi gestor de Conhecimento da Prefeitura de São Caetano do Sul de São Bernardo do Campo, e candidato a vice-prefeito de São Caetano em 2016. 

O novo secretário já estava presente em Mogi há algum tempo, e nesta semana participou do evento online “Diálogos Sobre a Educação de Mogi das Cruzes”, tratando do tema “A centralidade política da educação para o desenvolvimento da cidade”.

Um segundo reforço para a Educação, é o professor José Henrique Porto, educador, especializado em práticas pedagógicas inovadoras. Porto também participou do evento “Diálogos Sobre a Educação de Mogi das Cruzes”, abordando o tema “O direito à Educação e as inovações pedagógicas para o Século XXI”.

Durante a live, Caio Cunha, foi indagado por uma munícipe sobre os critérios usados para a escolha dos novos membros da educação, e o prefeito explicou os pontos avaliados “Um perfil de inovação e experiência em gestão na educação. A gente preza muito pela qualidade, preza muito pelo histórico e a questão técnica e profissional, mas, mais do que isso, a gente tem um mandato colaborativo, uma forma de trabalho diferenciada”, finalizou Cunha.

Ex-secretária

No dia 9 de março, a então secretária municipal de Educação, Rosemeire Tonete, comunicou que deixaria a função. De acordo com a administração municipal, o desligamento de Tonete foi por motivos pessoais. Desde a saída da secretária, a pasta era dirigida interinamente pelo secretário adjunto Caio Callegari.