Primeiro de Junho: Dia da Imprensa

Celebramos nesta sexta-feira, dia 1° de Junho, o Dia da Imprensa. Utilizamos, desta forma, um dos principais meios que a compõe para destacar sua importância à sociedade industrial e da informação. Dentre suas muitas funções, a Imprensa - jornais, revistas, rádio, televisão - colabora com a resolução de casos relevantes, de modo a buscar respostas e soluções, além de impulsionar a voz e o desejo da população acerca de determinado assunto. Até o ano de 1999 no Brasil, o Dia da Imprensa era comemorado no dia 10 de setembro, por ser a data da primeira circulação do jornal Gazeta do Rio de Janeiro, em 1808, periódico da Corte. No decorrer do último ano da década de noventa, a comemoração mudou de data e passou a ser 1º de junho por se tratar do dia em que começou a circular o jornal Correio Braziliense, fundado por Hipólito José da Costa. Histórias à parte, lembremos hoje da importância e do poder desempenhado pela mídia, que contribui de modo essencial para investigação e denúncia de fatos, diante da sociedade e do poder público. A função exercida e objetivada vai muito além de divulgar informação, sendo assim não é à toa que muitos consideram a Imprensa como o 4º poder, em alusão aos três principais poderes políticos: Judiciário, Legislativo e Executivo. Há quase dez anos, em 2010, uma pesquisa do Instituto Análise revelou que 91% dos brasileiros acreditam que a imprensa ajuda a combater a corrupção ao divulgar escândalos que envolvem políticos e autoridades. De fato, é uma grande responsabilidade estar envolvido neste meio. Claramente, também, destaca-se a importância de princípios bem definidos, da ética, do bom senso, respeito e discernimento com relação ao que se trata, ao que chega para você, leitor. Em meio à era da informação, o século XXI, o papel da Imprensa se solidifica cada dia mais como modo de evidenciar a democracia. Tudo com uma questão de equilíbrio envolvida e dando voz à sociedade.