Morre vítima da Covid-19, Luciano Rio, membro ativo das entidades paramaçônicas

Nas redes sociais, líderes e amigos prestaram homenagens ao mogiano que sofreu complicações em decorrência da Covid-19

Arquivo Pessoal

Faleceu na última quarta-feira, 23, o mogiano Luciano Alfredo Vianna do Rio, ou Luciano Rio, como era conhecido. O maçom sofreu complicações em decorrência da Covid-19 e não resistiu. 

O Grande Oriente de São Paulo - GOSP, instituição em que Rio fazia parte, lamentou sua partida nas redes sociais. “É com profundo pesar que informamos o falecimento de nosso Irmão Luciano Alfredo Vianna do Rio vítima do Covid19. Luciano Rio como era conhecido entre nós, ocupava o cargo de Secretário da Família e Juventude do GOSP e Membro ativo da ARLS Sagrada Família 3561.”

Através do Grão Mestre, Benedito Marques Ballouk Filho, o GOSP também manifestou condolências e sentimentos à família da vítima. Na instituição, Luciano foi o 1º secretário de entidades paramaçônicas, ainda na gestão do Irmão Claudio Roque, em meados de 2004. 

Luciano Rio, era contador, realizava consultorias, perícias e assessorias, trabalhou boa parte de sua vida com a contabilidade e já foi bancário. O contabilista também era um mestre maçom dentro da Loja Sagrada Família 3561 do Grande Oriente de São Paulo. Além disso, Luciano sempre atuou no desenvolvimento de jovens, e inclusive já foi escoteiro quando jovem.

Rio também era conhecido por participar ativamente da Ordem DeMolay, e um de seus “sobrinhos”, o jornalista Dorival Martins Jr. publicou uma homenagem ao tio de consideração nas redes sociais “Me dói o coração como alguém que perdeu um pai [...] Quando te conheci não pude deixar de te admirar por sua eloquência, seu vasto conhecimento, sua sabedoria, e sobretudo sua humildade. Trabalhou de coração em prol a várias gerações de jovens DeMolays da qual, certamente, o senhor foi parte fundamental”, afirmou o jornalista.

“Um grande amigo nosso. Uma pessoa que mantinha contato diário. Uma pessoa que o coração não cabia dentro do peito. Sempre incentivando jovens, trabalhando ao lado das paramaçônicas. Falar do Luciano, é falar de fraternidade, de amor, de pessoa boa”, recordou o grão mestre adjunto do GOSP, Renato Garcia.

Luciano Rio era conhecido a nível nacional e muito querido por todos que o conheciam, foram inúmeras homenagens nas redes sociais e manifestações de sentimentos pela perda inesperada. Lamentamos o falecimento de Luciano.