Inês Paz indica Moção de apoio à causa LGBT

Um dos vereadores que votaram a favor da indicação foi o pastor Osvaldo Silva, que reiterou a importância de lutar contra todo e qualquer tipo de violência

Câmara Municipal de Mogi das Cruzes

O Legislativo de Mogi das Cruzes, na sessão ordinária desta terça-feira (18), aprovou por unanimidade a Moção 76/2021, de autoria da vereadora Inês Paz (PSOL). A iniciativa formaliza apoio à causa LGBT, motivada pelo Dia Internacional ao Combate à LGBTfobia, que ocorreu ontem (17/05).

No Plenário, a parlamentar reconheceu a importância do dia, mas ressaltou que o preconceito ainda está longe de acabar no país. “É importante dizer que essa data vem reforçar o quanto de ódio, preconceito e discriminação existe em relação à comunidade LGBT. Uma comunidade que vive a vida, vive o amor”, afirmou.

No documento apresentado ao Plenário, a vereadora lembrou que a data remete à retirada da homossexualidade da lista de doenças da Organização Mundial da Saúde (OMS). Com isso o dia começou a ser usado como combate à homofobia. Inês também lembrou que o Município de Mogi das Cruzes, por meio da Lei 6.920/14, inseriu o dia no calendário de eventos da cidade, também como dia de combate à homofobia e à transfobia.

A moção foi aceita por unanimidade na casa, e um dos parlamentares que se manifestou sobre foi o Pr. Osvaldo Silva (Republicanos) “Votei favorável a essa moção por se tratar de uma lei que já existe, por se tratar de violência. A gente tem que se unir, contra todo e qualquer tipo de violência a qualquer pessoa”, ele ainda completou dizendo “Por questão de respeito à vida, respeito às pessoas eu votei favorável”.

Na foto, o parlamentar Osvaldo Silva (Republicanos)

Os vereadores José Luiz Furtado (PSDB), Iduigues Martins (PT) e Edson Santos (PSD) também se manifestaram em apoio da Moção indicada pela vereadora.