Adhemar de Campos abre 1º Encontro de Homens da Adoração e Vida

Um dos cantores mais respeitados do meio gospel falou de conversão e tocou os presentes com músicas como “Grande é o Senhor”, “Ele é Exaltado” e “Tributo a Iehovah”   

Vania Sousa

O pastor, cantor, compositor e produtor musical Adhemar de Campos foi o convidado especial do 1º Encontro do Ministério de Homens da Igreja Adoração e Vida, realizado no sábado, dia 10, em Mogi das Cruzes. Com toda a sua experiência de vida com Deus, o cantor abriu a ministração com louvores bastante conhecidos no meio gospel, fruto de uma carreira musical de mais de 45 anos.   

O evento, que teve vagas limitadas, contou com a presença de cerca de 100 homens, seguindo todo o protocolo do Ministério da Saúde por causa da pandemia, como o uso de máscaras, álcool em gel e distanciamento social. Mas nada disso impediu que a igreja fosse tomada pelo clima de adoração e louvor.  

Antes da ministração da Palavra, Adhemar de Campos cantou hinos de sua autoria, como “Grande é o Senhor”- um de seus maiores sucessos-, “Ele Exaltado”, “Homem de Guerra”, “Tributo a Iehovah” e disse que a Bíblia é um “depósito de palavras eternas”. Em seguida, fez uma pergunta aos presentes: “Onde estão as suas raízes?”, deixando uma reflexão para os dias atuais. Para ele, é necessário que as nossas raízes estejam firmadas no Reino do Filho de Deus. 

Com a experiência de quem tem 47 anos de conversão ao Evangelho de Cristo, ele ministrou sobre o tema: “O Segredo do Sucesso”, baseado no livro de Provérbios 1:23: “Convertei-vos pela minha repreensão; pois eis que derramarei abundantemente do meu espírito e vos farei saber as minhas palavras.”

Segundo ele, a chave para uma vida de sucesso está na conversão do homem a Cristo. “Em 1974, entreguei minha vida a Cristo, num culto de jovens num sábado de carnaval. Nunca mais esqueci daquele momento”, lembrou ele, completando que a base da conversão está em “amar a Deus e amar as pessoas”. 

Para Campos, a conversão é a base de todo cristão: “‘Convertei-vos pela minha repreensão’. Você precisa converter-se primeiro, para ser um bom esposo, porque a sua primeira igreja é a sua casa. Converter-se pela leitura e a revelação da Palavra de Deus. Porque ouvir a voz de Jesus é que nos leva ao sucesso. O mundo não precisa do Adhemar, precisa do Jesus que vive em mim. Sua esposa não precisa de um marido, mas do Jesus que vive em você”, ensinou ele, com a convicção de quem conhece e estuda a Palavra de Deus.

Adoração e Vida

A Igreja Adoração e Vida é um ministério bastante conhecido em Mogi das Cruzes, que tem à frente o pastor Márcio Maldonado, filho da saudosa pastora Marlene Maldonado, que faleceu em 2020 vítima da Covid. Uma igreja jovem, mas que leva o Evangelho de Cristo a sério. A formação do Ministério de Homens era um desejo antigo dos pastores da comunidade, que ficaram muito alegres com o sucesso do primeiro encontro, coordenado pelo pastor Emerson Toschi. Também esteve presente no evento o pastor Arnaldo Sosa, junto aos membros e obreiros da Adoração e Vida. 

História 

Autor de mais de mil composições, Adhemar de Campos, contou, em entrevista exclusiva, ao O Novo, que já gravou mais de 300 músicas. Sua história se confunde com a história da música gospel brasileira, tanto que, na década de 1980, ele já era um dos poucos produtores musicais evangélicos com grande projeção no meio. Seu ministério influenciou gerações e ainda conta com muitos admiradores desta geração. 

Casado com Aurora Campos e pai de três filhos, Rodrigo Campos (Produtor Musical), Mari Campos e Ju Campos, o cantor tem três netos. Para ele, a família é a base de tudo. Sobre os projetos musicais, Campos disse que tem muitos, citando que tem um canal no Youtube, onde ministra e compartilha a Palavra de Deus com seus seguidores.