Guararema firma parceria para revisar o Plano de Conservação da Mata Atlântica

Documentação visa a manutenção de ecossistemas naturais fundamentais para a sobrevivência humana

Arquivo/Prefeitura de Guararema

A Prefeitura de Guararema firmou uma parceria com a empresa Suzano S.A. para que, juntamente com a Fundação SOS Mata Atlântica, seja realizada  uma revisão do Plano Municipal de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica (PMMA). 

A empresa de papel e celulose, alinhada a Fundação, está realizando a criação ou revisão dos documentos em diversos municípios e Guararema realizará o processo ao lado destas instituições.

O PMMA reúne e normatiza os elementos necessários à proteção, conservação, recuperação e uso sustentável da Mata Atlântica. A implementação do documento em Guararema foi realizada pela Prefeitura em 2017, alinhada ao Conselho Municipal de Meio Ambiente.

Conforme previsto na Lei da Mata Atlântica nº 11.428/06, os municípios devem assumir sua parte na proteção desta importante floresta por meio de instrumentos de planejamento, sendo a principal ferramenta a criação do documento.

“Nosso Plano Municipal da Mata Atlântica de Guararema foi criado e aprovado pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente em 2017, sendo um dos primeiros da nossa região”, explica o assessor da Prefeitura de Guararema, Ricardo Moscatelli. “O documento é fundamental para termos metas e estratégias que visem a conservação deste importante bioma que temos em nosso município”, completa. 

A atualização do documento também coloca Guararema como grande contribuinte ao cumprimento de objetivos e metas internacionais das quais o Brasil é signatário, como o Acordo de Paris, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – Agenda 2030, dentre outros.

“A preservação do Meio Ambiente de nossa cidade é uma das nossas missões enquanto gestores da Prefeitura de Guararema e o PMMA vai ao encontro dessa preocupação da Administração Municipal na conservação dos recursos naturais”, pontua o prefeito Zé.