Jesus: conheça-o, ame-o, viva-o

João 3:16 - Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. 17- Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que o condenasse, mas para que o mundo fosse salvo por ele.
Se Deus nos ama a ponto de dar seu próprio Filho para nos salvar, sendo Jesus a sua maior expressão do amor, então como podemos expressar o nosso amor por Jesus? Como podemos não amar alguém que nos ama tanto? Muitos pensam e falam que a maior expressão de amor a Deus é a adoração; realmente é uma grande expressão de amor, mas por mais preciosa e poderosa que a adoração possa ser, há algo que Deus espera de nós, mais do que a adoração, algo que para Ele é muito mais, é a obediência a Ele e à sua Palavra. 
Pois foi a desobediência no Eden que mais o entristeceu em sua criação. Genesis 3:8 E ouviram a voz do Senhor Deus, que passeava no jardim pela viração do dia; e esconderam-se Adão e sua mulher da presença do Senhor Deus, entre as árvores do jardim. 9- E chamou o Senhor Deus a Adão, e disse-lhe: Onde estás? 10 - E ele disse: Ouvi a tua voz soar no jardim, e temi, porque estava nu, e escondi-me. 11- E Deus disse: Quem te mostrou que estavas nu? Comeste tu da árvore de que te ordenei que não comesses?
Hoje vamos considerar este importante fundamento da vida cristã: a obediência como a maior expressão de amor a Jesus. Qual é o seu conceito de amor? Você conseguiria definir amor com apenas uma palavra? Sim, hoje eu diria obediência. Obediência uma palavra que define completamente o amor. Quem ama obedece. Vivemos em uma época que se valoriza muito os sentimentos, o individualismo e as experiências pessoais. Isso se dá tanto no meio secular quanto no religioso. As pessoas buscam emoções, adrenalina, alívio e prazer sem restrição, sem obediência a nenhum mandamento, nenhuma lei. Uma das consequências desses valores pessoais é uma visão distorcida do conceito de amor. O amor tem sido confundido com paixão, com possessão e tem sido definido como um sentimento arrebatador, capaz de cometer loucuras. Declarações de amor somente são consideradas verdadeiras e sinceras se motivadas e envolvidas por intensas emoções. Muitos baseiam seus relacionamentos na paixão, e quando ela diminui, julga-se que o relacionamento acabou. Na igreja, durante os momentos de louvor e adoração dos cultos, motivados pela música e emocionados, os fiéis declaram sua paixão por Jesus, dizendo-lhe que Ele é o amado de suas almas. Entretanto, não é assim que a Bíblia define o amor de Jesus. Como lemos no início, o amor de Deus foi tão grande que Ele deu o seu Filho para morrer por todos nós.