Oscilação constante de energia afeta moradores de Guararema

Pedro Henrique

O serviço de energia elétrica fornecido pela empresa EDP, tem sido alvo de reclamações constantes dos cidadãos Guararemenses. Em vários bairros da cidade os moradores informam que o problema de oscilação de energia já virou rotina na região.
A instabilidade na rede pode ser causada por diversos fatores, entre eles, o mais frequente, é a mudança climática, a alternância na rede elétrica pode provocar diversos problemas, os equipamentos que são expostos a uma voltagem acima do seu limite, sofrem uma sobrecarga de energia e isso frequentemente termina com a perda do eletrodoméstico. 
Por meio de uma publicação no facebook do jornal O Novo, conseguimos entrar em contato com os moradores e registramos quais os bairros mais afetados, são eles: Parque Agrinco, Itapeti, Cerejeira e Itapema.
Camilla Delme Olliveira, moradora do Parque Agrinco reclama do problema que ocorre quase diariamente “A minha indignação é porque a conta de luz nunca deixa de chegar  e com essas faltas de energia, que chegou a passar de 24h, não vai vir nenhum desconto na minha conta. Eu entendo que aqui é um lugar com muitas árvores, um lugar que venta muito, mas não é de hoje que falta energia aqui no bairro, ficamos horas e horas sem energia, então já era para eles (EDP) terem tomado uma providência. Na semana passada, tive que jogar tudo que estava na geladeira no lixo, estragou tudo, inclusive mistura, eles não vão me ressarcir esse valor ou vão?”.
Erika Mohamed Hassan, moradora do bairro Itapeti, também reclama da constante queda de energia “Aqui todas as vezes que ameaça uma chuva, ventos um pouco mais fortes há variação de energia, percebia quando ia ligar algum eletrodoméstico, por exemplo, micro-ondas, torneira elétrica ou a televisão, a energia desliga e volta. Algumas vezes,  houve queda de energia que perdurou por algumas horas”.
Natália Bueno Santos, leitora do jornal e moradora do bairro Cerejeira, informa que está insatisfeita com o serviço prestado pela companhia EDP. “Cheguei a ficar mais de 30hs sem energia na véspera do Natal. Todos os dias com as chuvas e ventos do fim da tarde têm que desligar os aparelhos eletrônicos com receio de danificar algum. Infelizmente posso dizer que a EDP não tem comprometimento nenhum com os atendimentos, não somos bem atendidos e não somos informados de um prazo para restabelecimento da energia. É um descaso  com os moradores de Guararema”.
Moradora do bairro de Itapema, que prefere não se identificar, nos contou que “Ao menor sinal de chuva, ou mudança climática, à energia cai e já chegou a demorar mais de 24h para normalizar o serviço! Nesse período de chuvas sofremos horrores aqui, só que esse sofrimento já é de anos! Aqui não é mais área rural desde 2013, é tudo urbano, pagamos IPTU caro e não temos nenhum benefício. Precisa ficar implorando pra cortar o mato, arrumar a rua, aí eles vem e arruma só os piores trechos, é sempre assim, só piorando”.
Procuramos a empresa EDP para dar uma justificativa sobre o problema, o atendimento foi eficaz e bem rápido, mas infelizmente a resposta não foi muito satisfatória, “A EDP informa que intensificou os serviços de poda da vegetação, que impacta diretamente a rede elétrica nos locais mencionados. O trabalho de reforço das podas será concluído no final de janeiro”.
O jornal O Novo agradece a todos os comentários feitos na publicação do facebook, graças a vocês, conseguimos averiguar as informações e ter a real dimensão do problema, infelizmente não conseguimos colocar todas as respostas sobre o acontecimento, mas sua colaboração é muito importante.