Capitão Wilson Galvão Junior assume o comando da Polícia Militar de Guararema e fala sobre o novo cargo

A cidade de Guararema tem um novo comandante da Polícia Militar, o Capitão Wilson Galvão Júnior que estava atuando no 17° Batalhão de Polícia Militar Metropolitano, com sede em  Mogi das Cruzes. 
O comandante ingressou na Polícia Militar em 1994, após ser aprovado no concurso público para ingresso no Curso de Formação de Oficiais, ministrado na Academia da Polícia Militar do Barro Branco. Atualmente, ele é comandante da 3° Companhia do 17° Batalhão de Polícia Militar Metropolitano, cuida da Polícia Ostensiva e da Segurança Pública nos municípios de Guararema, Biritiba Mirim, e Salesópolis. 
Galvão, que nunca tinha trabalhado anteriormente em Guararema,  assumiu o comando recentemente mas já consegue fazer uma avaliação do município. “Há uma harmonia muito grande entre todos os integrantes do poder público e da sociedade que desejam manter a tranquilidade e querem colaborar com a segurança de todos. Isso facilita muito porque juntos somos mais fortes”, explica.
Na Segurança Pública, o Capitão exerce o posto de Oficial intermediário. Decide sobre a disciplina da tropa a ele subordinada e tem liberdade da sua companhia, buscando ajudar o Comandante do seu Batalhão no policiamento ostensivo fardado e controlar os índices criminais.
Ele ressalta que o pelotão funciona com viaturas estrategicamente distribuídas em Guararema, utilizando ferramentas eletrônicas de inteligência, que permitem o mapeamento online por meio dos registros.  Com relação à receptividade dos moradores, Capitão Wilson Galvão Junior afirma: “foi surpreendente! A experiência está sendo ímpar”. 
Segundo o Comandante, a Polícia Militar do Estado pretende implantar nos próximos meses o Programa Vizinhança Solidária (PVS), com o apoio do Poder Público. “Esse programa  tem sido uma das mais eficientes ferramentas de Polícia Comunitária voltada para a mobilização social em prol do fortalecimento da Cultura de Paz. Incentiva e fomenta a integração entre as pessoas, a preocupação mútua e a sensação de pertencimento, pois ninguém está sozinho”, relata.
A mensagem deixada pelo Capitão reforça que “a população pode esperar um amigo que está sempre pronto para servir e proteger, porque somos a Polícia Militar e você pode confiar”.
Caso os muncípes queiram saber mais sobre o Programa Vizinhança Solidária, basta acessar o site da Diretoria de Polícia Comunitária e de Direitos Humanos, http://www4.policiamilitar.sp.gov.br/unidades/dpcdh/, entrar em contato por meio do telefone (11) 3327-7703 ou pelo e-mail [email protected]