Pfizer será produzida no Brasil

A previsão é que o laboratório brasileiro seja capaz de produzir 100 milhões de doses por ano

Reuters/Denis Balibouse

 

A Pfizer e a BioNTech assinaram um acordo com a farmacêutica brasileira Eurofarma para a produção de vacina contra a covid-19. A vacina será produzida no Brasil e distribuída em toda a América Latina. O anúncio da parceria foi realizado nesta quarta-feira (26).

Conforme o comunicado das empresas, as atividades de transferência técnica, desenvolvimento no local e instalação de equipamentos começarão imediatamente. A Eurofarma vai receber o produto de instalações dos Estados Unidos.

A previsão é que o laboratório brasileiro seja capaz de produzir 100 milhões de doses por ano, que devem começar a ser distribuídas em 2022.

O imunizante fabricado pela Pfizer/BioNTech, chamada de ComiRNAty, já está sendo aplicada no Brasil por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI). Mas até então ela vinha do exterior pronta para aplicação.

A vacina da Pfizer é aplicada em duas doses. No Brasil, o imunizante recebeu autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para ser aplicado em adolescentes entre 12 e 17 anos. Ele é o único autorizado para essa faixa etária até o momento.