Nos Bastidores

O Brasil vive um momento incrível onde pode haver grande renovação na política brasileira no quadro legislativo e executivo nessas eleições, é o que se falava e o que muitos temiam! A renovação ocorreu em partes, estamos vendo um desenho diferente no Congresso e nas Assembleias Estaduais, novas bancadas, novos parlamentares e o mesmo aconteceu no executivo, muitas caras novas. Porém, nem tudo é novo, a cara pode ser realmente nova mas o espírito político parece permanecer o mesmo jogo de sempre.
O governador eleito de São Paulo que durante as eleições criticou muito o presidente Temer, já anunciou dentre os componentes do seu primeiro escalão 5 nomes que compõem a equipe ministerial do atual presidente, muitos já dizem que o Palácio dos Bandeirantes está se tornando um anexo do Palácio da Alvorada!
O mesmo acontece com o presidente eleito, que muito criticou atos de corrupção e hoje tem como seu homem forte alguém que assumiu ter recebido caixa 2 e será investigado após autorização que ocorreu nesta semana. Vale lembrar que a base ministerial do atual presidente conta com 3 nomes do DEM, número igual ao do seu próprio partido e que perde apenas para os militares que somam 7. O presidente eleito diz que se a acusação for robusta tirará Onyx do governo. Mas “robusta” como assim, presidente?
Sem falar no embate exposto pelo vice presidente, que está ocorrendo entre os militares e Onyx na equipe de transição, além do desgaste de Onyx, já perceptível no congresso.