Parlamentares reforçam pedidos de segurança para bairros de Mogi das Cruzes

O projeto, no entanto, foi motivo de debate na Casa e dividiu opiniões de como deve ser viabilizado

Diego Barbieri

Durante a Sessão Ordinária desta quarta-feira, 19, vereadores da Câmara Municipal de Mogi das Cruzes se manifestaram sobre a falta de segurança em determinados bairros da cidade relatada pelos próprios moradores.

O vereador Carlos Lucareski indicou a moção 950/2021, que pede a adoção de providências para viabilizar o reforço na segurança na cidade, com patrulhamento da ronda municipal e polícia militar em Braz Cubas, em especial na Praça da Jaca, localizada entre a R. José Lino da Silva, R. Ten. Galdino Pinheiro Franco e a Av. Gaspar Vaz.

Segundo o Dr. Lucareski, os moradores pedem que sejam instaladas câmeras de segurança no local, pois isso intimidaria a ação de criminosos no bairro. O parlamentar disse ainda que, na semana anterior, um senhor foi morto na praça após ser espancado por pessoas que frequentavam o local.

O vereador, José Luiz Furtado, o Zé Luiz (PSDB), concordou com o colega e fez um pedido para outra região da cidade “Eu queria aproveitar essa oportunidade para pedir que seja reforçada a segurança, com o patrulhamento e com a GCM na UPA de Jundiapeba”, o parlamentar afirmou que recebeu diversas reclamações de funcionários que foram agredidos dentro da unidade hospital, além de notificarem roubos de veículos que estão sendo efetuados no estacionamento da UPA.

Reprodução Diego Barbieri/ Na foto o vereador Policial Maurino

Para o vereador Policial Maurino, a ação não é tão ‘simples’ “Segurança nada mais é do que uma sensação, claro que ter uma viatura parada em todos os postos (de saúde) seria melhor para nós, mas isso é utopia, não tem como”, o parlamentar explicou o motivo da sua posição “Nós somos uma média de 237 guardas municipais, fazendo revezamento de turnos. Então não há condições de ter uma viatura da guarda parada em todos os postos”, finalizou.