Chuvas intensas provocam inundações em cidades da região

Volume de água causou trânsito lento e prejuízos em diversos municípios do Alto Tietê

Foto: Divulgação

Durante a segunda semana de 2020, os moradores do Alto Tietê foram surpreendidos por fortes chuvas que causaram alagamentos e muita preocupação nas cidades da região. Os casos aconteceram principalmente na quarta-feira (8), quando, de acordo com o site Clima Tempo, a chuva tinha expectativa de atingir 23 mm, mas acabou tendo um aumento significativo e causou ocorrências nas cidades de Guararema, Mogi das Cruzes e Suzano.

As pancadas de chuva vieram durante a tarde e à noite, impossibilitando muitos cidadãos de chegarem cedo em suas casas, ao causar lentidão nas rodovias que ligam as cidades. Para além disso, os que também sofreram com as fortes chuvas foram os comerciantes, que tiveram que fechar suas lojas muito antes do horário comercial para diminuir os possíveis danos dos produtos que vendem.

O grande nível de água preocupou moradores do bairro Nogueira, que fica em Guararema, e é por onde passa o Ribeirão Guararema, o principal medo era de um alagamento no local, no entanto, a cidade onde isso de fato aconteceu foi Mogi das Cruzes, em que vários bairros sofreram com o volume da água.

Pontos como os bairros Mogilar, Mogi Moderno, Vila Natal, Parque Monte Líbano, a região central da cidade e outros locais foram assolados por alagamentos, dificultando a passagem de veículos de passeio, ônibus e pedestres.

Já em Suzano, as enchentes ocorreram na região central e em bairros como Jardim Maitê, Jardim Dona Benta e Vila Sol Nascente. As situações também se repetiram em Poá e Ferraz de Vasconcelos, impossibilitando o funcionamento de parte dos trens da Linha Coral na quarta-feira (8). Segundo o Clima Tempo, a previsão é que até a quinta-feira (16) as possibilidades de chuvas variem entre 86% a 90% nas cidades da região.