Alunos de Mogi das Cruzes participam de oficina de cerâmica no Casarão do Chá

O projeto faz parte das comemorações pelo aniversário da cidade; depois de finalizarem a produção de copos e pratos, os alunos utilizaram as próprias peças em um dia de degustação

PMMC

Das mãos de alunos do 2º ao 5º ano do ensino fundamental da E.M. Fujitaro Nagao, no bairro do Nagao, estão surgindo lindas peças feitas na Oficina de Modelagem e Queima, ministrada pela Associação Casarão do Chá, resultado de uma parceria entre as secretarias municipais de Cultura e Educação. Nesta terça-feira (10), sete alunos dos 2º e 3º anos iniciaram a produção de um prato. A oficina faz parte das comemorações pelo aniversário de Mogi das Cruzes.

Rosemeire Prado, professora de Educação Artística da EM Fujitaro Nagao, está acompanhando os alunos. “Acredito que para eles é muito importante depois de ficarem fora da escola tanto tempo.  A oportunidade de estar em um ambiente arquitetônico de referência para a cidade é uma experiência riquíssima, é um ambiente propício para novas experiências e para a arte”, disse.

Ao todo são 14 alunos na oficina, que foi dividida em dois momentos. Os alunos irão produzir um prato e um copo. A atividade começou no dia 6 de agosto com o início da produção do prato por sete alunos dos 4º e 5º anos. Nesta sexta-feira (13), este primeiro grupo retornará para produzir o copo, que também será produzido pelos alunos dos 2º e 3º anos na próxima terça-feira (17). O processo de queima e pintura será feito pelas professoras da Associação.

Em setembro, após a última etapa de produção das peças, os pratos e copos produzidos serão utilizados pelos próprios alunos em um dia de degustação de um prato elaborado por um chef convidado. “A intenção é de que os alunos tenham essa experiência da produção de uma peça de qualidade, feita manualmente, que pode ser usada no cotidiano. Na degustação vai ser escolhido um chef para fazer um prato diferente do dia a dia das crianças. Este momento fará diferença na formação do adulto, ficará marcado na memória deles”, contou Miha Nakatani, diretora da Associação do Casarão do Chá, que também ministra a oficina com a professora Rachel Alves.

Os alunos estão aprovando a experiência e impressionados com o espaço do Casarão.  “Fiz uma escultura com argila na escola uma vez, mas fazer uma peça aqui no Casarão do Chá é bem legal”, contou Camila Vitoria dos Santos, 10 anos. “Foi muito legal, aqui é muito bonito”, disse Mickael Richard Velardo Bento, 8 anos.