Lázaro é morto em confronto com a força-tarefa do ROTAM

Ao todo, 270 policiais participaram de uma megaoperação, que levou 20 dias para pegar o homem acusado de crimes como assassinato e estupro

Reprodução/ G1

Nesta segunda-feira, dia 28, foi anunciado pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado, que o criminoso Lázaro Barbosa foi pego na região de Cocalzinho. De acordo com as equipes do ROTAM- Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas, Lázaro foi baleado e morto em confronto com a força-tarefa.

Ao todo, 270 policiais participaram de uma megaoperação, que levou 20 dias para pegar o homem acusado de crimes como assassinato e estupro.

"Como eu disse, era questão de tempo até que a nossa polícia, a mais preparada do país, capturasse o assassino Lázaro Barbosa. Parabéns para as nossas forças de segurança”, afirmou o governador Caiado em pronunciamento no Twitter.