Cortesia - PI 50136 Fundo Social - DESKTOP Cortesia - PI 50136 Fundo Social - MOBILE

Brasil

Procurador é suspenso após agredir colega de trabalho

O caso aconteceu na tarde de segunda-feira (20) e repercutiu após o vídeo da agressão viralizar na internet

Tatiana Silva

Publicado

há 1 semana

em

Procurador é suspenso após agredir colega de trabalho

Reprodução/Redes Sociais

Na tarde de segunda-feira (20), no interior de São Paulo a procuradora geral de Registro Gabriela Samadello Monteiro de Barros, de 39 anos, foi espancada pelo também procurador Demétrius Oliveira Macedo, de 34 anos. A ação foi filmada por outra funcionária e mostra Demétrius desferindo socos e chutando a colega de trabalho.

A agressão teria sido motivada pela abertura de um processo administrativo contra o procurador por conta de sua postura no ambiente de trabalho. Ele foi conduzido ao 1º Distrito Policial (DP) do município, mas foi liberado logo após o boletim de ocorrência do caso ser registrado.

Demétrius foi afastado do cargo nesta quarta-feira (22), e ficará sem salário. A suspensão será de 30 dias, conforme consta no Diário Oficial do Município.

Em entrevista à TV Tribuna, emissora afiliada à Rede Globo, a procuradora disse que temia o colega de trabalho, "Eu tinha medo, sim. Tinha medo de que fosse acontecer isso, mas não imaginava que fosse ser uma violência física, achava que fosse um ‘bate boca’, uma discussão", relatou a profissional.

Em nota a Prefeitura se manifestou dizendo, “Mais absoluto e profundo repúdio aos brutais atos de violência realizados pelo Procurador Municipal contra a servidora municipal mulher que exerce a função de Procuradora Geral do Município. Que a vítima e sua família recebam toda nossa solidariedade, apoio e cada palavra de conforto e acolhimento".

A prefeitura acrescentou que está tomando as providências necessárias e já determinou de imediato que o agressor seja suspenso, nos termos do art. 179, c/c inc. III do art. 180, ambos da Lei Complementar nº 034/2008 – Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Registro, com prejuízo de seus vencimentos, a partir de 21 de junho.