Nos Bastidores

O suicida O PT fez o lançamento oficial da pré-candidatura do ex-presidente Lula nessa sexta-feira (após o fechamento dessa edição). O ato foi na cidade de Contagem (MG), com vários pareceres jurídicos que dão ao ex-presidente o direito de entrar na disputa. O líder das pesquisas já conta inclusive com uma vaquinha virtual que arrecadou em dois dias mais de R$ 90 mil. O ato terá vídeos antigos e uma carta escrita por ele, mas o suicídio dessa candidatura poderá estar na lei 10.763, sancionada pelo ex-presidente em seu primeiro ano de mandato em 2003 que endurece as regras sobre o crime do colarinho branco. O que seus adversários torcem é que essa corda não se rompa pelas mãos do judiciário. O alvo Segundo relatos, o candidato ao governo do Estado de São Paulo pelo PSDB vem se sentindo incomodado em assumir o papel de alvo entre os principais concorrentes que usam sua renúncia ao cargo de prefeito de SP como principal munição contra sua candidatura. Ontem o candidato do MDB disparou sua munição, igualmente o candidato do PSB vem fazendo constantemente, enquanto sofre por ataques simultâneos por dois grandes postulantes terá que dividir forças para dividir seus ataques.