Morre o colunista Willy Damasceno, aos 71 anos

Ele morreu na manhã deste domingo (22), em sua casa. Atualmente,  ele escrevia para o jornal o Novo e para o Caderno W

Divulgação

Faleceu na manhã deste domingo (22) o colunista social Willy Damasceno, aos 71 anos. Conhecido pelo trabalho que realizou durante  47 anos na região, tendo passado por diversos jornais do Alto Tietê,  Willy era uma pessoa alegre e irradiava esta felicidade por onde passava. Adorava festas e eventos, os quais retratava em seus textos com muita peculiaridade, sempre com um texto muito especial. 
Segundo informações logo pela manhã, Willy teria tido um infarto e foi encontrado sem vida por volta das 6 horas. Após a confirmação de sua morte, as redes sociais foram tomadas por mensagens e homenagens de pessoas que o conheciam, seguidores e autoridades da região, dentre eles os prefeitos de Mogi das Cruzes, Caio Cunha, e de Suzano, Rodrigo Ashiuchi. 
Até o início da tarde deste domingo (22), a família ainda não havia informado o local e horário do enterro e velório do colunista. 
A equipe do jornal O Novo se solidariza com todos os amigos, familiares, patrocinadores e seguidores neste momento de luto.