Suzano apresenta novo time de vôlei que estreia ainda este mês

Um dos novos jogadores esteve na Seleção Brasileira nos Jogos Olímpicos de Tóquio e no Mundial de Vôlei de 2021, na Alemanha

A cidade de Suzano apresentou nesta terça-feira (17), durante uma coletiva de imprensa, seu novo time de vôlei. O município ficou conhecido nas décadas de 1990 e 2010 por ser referência na categoria, e agora, anos depois lança uma nova equipe que representará a modalidade.

Formado para as disputas do Campeonato Paulista, que acontece entre agosto e outubro, e para a Superliga C, prevista para começar em novembro, o time é composto por novos talentos do esporte e, também, velhos conhecidos da torcida suzanense.

O Suzano Vôlei volta às quadras em dois amistosos contra a Seleção Masculina do Chile, nos dias 21 e 24 de agosto, ambos às 19 horas, na Arena Suzano (avenida Senador Roberto Simonsen, 90 – Jardim Imperador). Devido à pandemia, os jogos não serão abertos ao público geral. Já na agenda de jogos oficiais, o time faz a estreia dia 28 de agosto no Campeonato Paulista contra o Vôlei Campinas, atual campeão do torneio.

Time

Os líberos, responsáveis pela defesa, são Carlos Dayan, de 25 anos, e Taichi Hangai, de 24 anos. Os centrais, que são focados no ataque e bloqueio de bola são Gabriel Souza, de 21 anos, Bruno Biella, de 22 anos, Bruno Felício, de 33 anos, e Alberto Pedra, de 40 anos, que já atuou na década de 90 no Suzano Vôlei e conquistou diversos títulos nesses 20 anos de carreira.

Jogadores especialistas no ataque e os principais pontuadores em quadra, os opostos da nova formação são Caio Alexandre, de 25 anos, William Keber, de 23 anos, e Guilherme Sabino, de 19 anos, que esteve na Seleção Brasileira nos Jogos Olímpicos de Tóquio e no Mundial de Vôlei de 2021, na Alemanha.

Como levantadores, posição que arma e “levanta” a bola para o ataque, estão João Pedro “Matoso”, de 22 anos, e Gustavo Campelo Nogueira, o capitão do time, com 26 anos. Por último, na posição de ataque, os ponteiros são Sérgio Luiz Felix, de 31 anos, Matheus Celestino, de 22 anos e Kelvin Natan Coelho de Paula, de 29 anos.

A comissão técnica do time também é composta por gigantes do vôlei. Alessandro Fadul entra como técnico e já fez grandes passagens por clubes brasileiros como o Volta Redonda e o Maringá Copel, que figuraram em boas posições na Superliga B e C. Já como supervisora geral, a ex-jogadora da Seleção Brasileira Juvenil Ana Paula Lopes Ferreira, é responsável pela logística e organização das ações da equipe.

Junto do comandante da equipe, compõem a coordenação técnica o analista de desempenho Bryan dos Santos, o fisioterapeuta Leonardo Quadrado, o preparador físico Itamar Schumacher e o assistente técnico Crystal Santana, ex-jogador do Suzano Vôlei, com grande experiência no meio. Além destes, o time conta um dos grandes nomes da história do vôlei suzanense, o assistente técnico é Cássio Leandro das Neves Pereira, ex-levantador bicampeão da Superliga A e pentacampeão estadual com a equipe da cidade entre 1991 e 1995.

História

O time suzanense fez história entre as décadas de 1990 e 2010. A equipe se consagra no Campeonato Paulista de Vôlei Masculino, sendo a maior campeã com 10 títulos, além de ter sido três vezes vice-campeã do torneio. Já em âmbito nacional, o time foi tricampeão da Superliga, nas temporadas de 1992/93, 1993/94 e 1996/97. Também foi o vice-campeão em outras três ocasiões: em 1994/95, 1995/96 e 1998/99.

A notoriedade não ficou somente devido às conquistas, mas ainda pelos nomes que fizeram parte dessa história. Atletas como Giba, Dante, Rodrigão e Ricardinho, que integraram a Seleção Brasileira e conquistaram medalhas olímpicas em três edições dos jogos, foram parte da equipe e ajudaram a construir a história de grandeza conhecida por amantes do vôlei de todo Brasil.