Ligação para o Centro de Valorização da Vida, que ajuda na prevenção ao suicídio, agora é gratuita pelo número 188

Desde o último domingo, dia 1º, as ligações para o Centro de Valorização da Vida (CVV), que ajuda na prevenção ao suicídio, se tornaram gratuitas em todo o Brasil. O acesso se deu por meio de acordo de cooperação técnica firmado com o Ministério da Saúde.
A parceria começou em 2015. Na época, a assinatura do termo de cooperação aconteceu e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) publicou a autorização que estabeleceu que o número 188 seria disponibilizado para a ligação de prevenção ao suicídio. A gratuidade do serviço gratuito, porém, começou valendo apenas no Rio Grande do Sul. O sucesso do projeto piloto fez com que o número 141 (que cobra pela ligação) fosse substituído pelo número 188 (gratuito), alcançando os estados aos poucos até unificar o serviço. 
A mudança prevê que ao unificar o atendimento os usuários podem ser atendidos por voluntários disponíveis em qualquer estado do Brasil. Antes, como os atendimentos eram locais, se um usuário fizesse uma ligação para prevenção do suicídio e encontrasse uma linha ocupada, teria que aguardar até que o atendimento anterior fosse finalizado. 
As ligações têm por objetivo auxiliar e dar atenção a  quem sofre de ansiedade e depressão. Para falar com algum voluntário treinado, basta discar o número 188 pelo telefone. A assistência também é prestada pessoalmente, por e-mail ou chat. As ligações são gratuitas para qualquer linha telefônica fixa ou celular, provenientes de qualquer cidade.
No ano passado, o centro que existe há 55 anos e tem mais de 2 mil atendentes atuando na prevenção ao suicídio, recebeu quase 2 milhões de ligações. A expectativa, para este ano, é atender mais de 2,5 milhões de ligações.