Programa Bolsa Trabalho oferece 100 vagas em Mogi

Objetivo é atender pessoas desempregadas, por cinco meses, com bolsa auxílio de R$ 535,00 por mês, além de 80 horas de qualificação virtual

Divulgação

A cidade de Mogi das Cruzes foi contemplada com 100 vagas do Programa Bolsa Trabalho, do Governo do Estado de São Paulo, que oferece a oportunidade de trabalho e qualificação profissional. A iniciativa garante ocupação profissional por cinco meses, com bolsa auxílio de R$ 535,00 por mês, além de 80 horas de qualificação virtual aos cidadãos desempregados e em situação de vulnerabilidade.

O secretário municipal de Desenvolvimento, Gabriel Bastianelli, informa que os interessados devem fazer a inscrição até a próxima segunda-feira (30), por meio do site do Programa Bolsa do Povo. “É uma oportunidade para as pessoas que precisam trabalhar e, ao mesmo tempo, assegura aos contemplados a realização cursos de capacitação”, explica. 

Para o cidadão que precisar de apoio no acesso ao site, a Secretaria de Assistência Social está colocando as unidades do Centro de Referência em Assistência Social (Cras) à disposição da população a partir desta quinta-feira (26). São elas: Jundiapeba 1 e 2, Vila Nova União, Centro, César de Souza, Vila Brasileira e Jardim Layr (clique aqui para ver os endereços das unidades).

O programa foi lançado pelo Governo do Estado no dia 18 de agosto, por meio das Secretarias de Desenvolvimento Econômico e de Governo, em parceria com municípios cadastrados – entre eles Mogi das Cruzes. Em todo o Estado, são oferecidas 30 mil vagas para a população desempregada, com prioridade para mulheres. O objetivo é promover a retomada de emprego e renda e vai impactar, direta e indiretamente, cerca de 120 mil pessoas apenas no ano de 2021.

O investimento total do Estado no programa é de R$ 80 milhões e os cidadãos contemplados cumprirão atividades de trabalho em órgãos públicos municipais e estaduais. A carga horária será de 4 horas diárias, cinco dias por semana, e o benefício poderá ser pago por cinco meses consecutivos. Além disso, os participantes realizarão um curso de qualificação profissional e receberão apoio à empregabilidade, por meio dos Postos de Atendimento ao Trabalhador (PATs).